Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Swiatek perde no US Open e dá adeus ao número 1: 'Foi exaustivo me manter aqui'

Tenista esteve no topo por um ano e seis meses e cravou a terceira maior sequência da história; Sabalenka é a nova Nº1 do WTA

Mais Esportes|Do R7


Swiatek perderá o posto de Nº1 para Aryna Sabalenka
Swiatek perderá o posto de Nº1 para Aryna Sabalenka

O reinado de mais de um ano e seis meses de Iga Swiatek no topo do ranking da WTA chegará ao fim na próxima atualização, ao fim do US Open.

Defensora do título do Grand Slam americano, a polonesa de 22 anos foi eliminada nas oitavas de final da atual edição, entre a noite de domingo e madrugada desta segunda-feira (04), ao ser derrotada por 3 sets a 1 pela letã Jelena Ostapenko, com parciais de 6/3, 3/6 e 1/6. Na próxima segunda, a belarussa Aryna Sabalenka passa a ser a tenista número 1 do mundo, independentemente de seus resultados daqui para frente em Nova York.

"Existem algumas emoções tristes agora. Foi bastante exaustivo me manter aqui", disse Swiatek após a eliminação, comentando o longo período em que foi a dona da primeira posição e já imaginando o retorno ao topo em um futuro próximo. "Com certeza, quando eu estiver, da próxima vez, na mesma situação, farei algumas coisas de maneira diferente, porque foi um pouco estressante e não deveria ser".

· Compartilhe esta notícia pelo Whatsapp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Perder a posição e a derrota em si não foram os únicos elementos responsáveis por provocar frustração. A polonesa também saiu de quadra muito insatisfeita com o desempenho apresentado. Depois de uma vitória segura no primeiro set, ela se viu dominada por Ostapenko a partir da segunda parcial, levando uma quebra no segundo game e deixando a adversária abrir 3 a 0. Não conseguiu se recuperar e perdeu por 6/3. Foi derrotada em sete games seguidos até voltar a pontuar, mas aí já era tarde, pois estava na terceira parcial e perdia por 5 a 1. Ostapenko fechou a vitória em seguida.

Publicidade

"Eu estou surpresa que o meu nível de tênis mudou tão drasticamente, porque, normalmente, quando eu jogou mal, eu jogo mal no começo, então consigo me recuperar ou resolver o problema. Dessa vez, foi completamente o oposto. Eu não sei o que aconteceu com meu jogo. Eu perdi o controle de repente", lamentou.

Ao deixar a ponta do ranking, Swiatek terá mantido o primeiro lugar por 75 semanas consecutivas, a terceira maior sequência alcançada por uma tenista estreante como número 1 do mundo. Já Sabalenka, de 25 anos, será a 29ª mulher a atingir o ápice do ranking mundial da WTA, e apenas a oitava jogadora a ocupar o primeiro lugar em simples e duplas durante sua carreira, tendo também ascendido como duplista em fevereiro de 2021. Ostapenko, por sua vez, se prepara para enfrentar a número 6 do mundo Coco Gauff, nas quartas de final, terça-feira.

Publicidade

Conheça a sexta tenista mais rica do mundo, que só ganhou cinco partidas em 2023

" gallery_id="64ef8e02c012adcd94000428" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/mais-esportes/swiatek-cai-para-ostapenko-no-us-open-e-da-adeus-ao-numero-1-foi-exaustivo-me-manter-aqui-04092023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.