Vice-presidente do Galo crê em retorno do futebol só no mês de julho

Lásaro Cândido também comentou que o clube alvinegro está precavido para passar por este período sem partidas

Lance

Lance

Lance

Com a parada do futebol em função da pandemia do coronavírus, os clubes de futebol estão buscando alternativas para passar por este período complicado. Um das medidas tomadas pelo Atlético-MG foi a redução em 25% dos salários de jogadores, comissão técnica e funcionários do clube para gerar economia.

Somente quem ganha até R$ 5 mil não terá seus vencimentos alterados. E, com as férias coletivas, que se iniciaram nesta quarta-feira, 1º de abril, com duração até o dia 20 deste mês, o alvinegro quer reduzir ainda mais os prejuízos que a crise trará ao mundo do futebol.

Segundo o vice-presidente do Atlético-MG, Lásaro Cândido da Cunha, dificilmente o futebol voltará em abril, sendo mais certo o retorno da bola aos gramados no mês de julho.

“Há uma perspectiva concreta que esse problema do coronavírus não vai se encerrar antes de 30 de abril. A experiência internacional nos mostra isso. No cenário mais otimista, vamos puxar isso para junho e os campeonatos voltariam em julho-, disse Lásaro, em entrevista à ESPN Brasil.

O dirigente explicou que as medidas tomadas pelo Galo, como as férias coletivas e o corte nos salários, poderão deixar o clube com o caixa menos debilitado, já que não há arrecadação de jogos e do programa de sócio torcedor no período.

-Fizemos alguns levantamentos e simulações. Exatamente por isso é que fizemos a projeção de fazer o abate de 25% para cobrir, em perspectiva que o futebol retorne em junho. Mas não acredito, a experiência internacional está mostrando isso, e o Brasil foi negligente- explicou.

A temporada mineira está parada desde o dia 16 de março, quando houve a nona rodada do Estadual. O campeonato foi paralisado pela FMF(Federação Mineira de Futebol) até o dia 30 de março, mas o cenário de volta ainda é nebuloso e somente uma melhora no quadro atual da pandemia de Covid-19 poderá fazer com que o calendário esportivo seja retomado.