Lance Tenistas da nova geração recebem convites para o quali do Rio Open

Tenistas da nova geração recebem convites para o quali do Rio Open

Pucinelli e Heide disputam o quali no final de semana

Lance
Lance

Lance

Lance

Cumprindo o compromisso com a nova geração do tênis brasileiro, o Rio Open confirmou dois convites do qualifying nesta segunda-feira.

Matheus Pucinelli e Gustavo Heide são os primeiros brasileiros confirmados na lista do classificatório do maior torneio de tênis da América do Sul, que será disputado entre os dias 12 e 20 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro.

Aos 20 anos, Matheus Pucinelli vem ganhando o seu espaço e escalando no ranking da ATP. Em 2021, o campineiro começou o seu ano na 689ª posição e chegou a atingir a 270ª colocação, a melhor de sua carreira, tendo sido campeão nos M15 de Antalya e Cairo, e no M25 de Kiseljak. Atual 285º, o brasileiro também integrou oficialmente a equipe do país na Copa Davis pela primeira vez, vencendo o libanês Roey Tabet.

"Fiquei muito feliz com essa oportunidade que recebi, queria agradecer muito a toda a organização do Rio Open, ao Pardal(Ricardo Acioly), ao Lui (Luiz Carvalho) e acho que é fruto da minha evolução desde o ano passado. Estou disposto a deixar tudo em quadra, usar cada segundo para aproveitar a oportunidade, "declarou Pucinelli.

Natural de Ribeirão Preto, Gustavo Heide é mais um destaque da nova geração do tênis brasileiro. Na ITF, o brasileiro chegou a ser o 16º do mundo e começou a disputar mais torneios da ATP em 2021. Foi também na última temporada que o tenista de 19 anos conquistou a sua primeira vitória em torneios do nível challenger e venceu três torneios M15. Heide começou a temporada de 2021 na 1803ª colocação e hoje figura na 473ª posição.

"Fiquei muito feliz ao receber o convite. Eu só tenho a agradecer pela oportunidade de poder jogar um ATP 500, ainda mais no meu país. Vai ser uma experiência muito boa para mim. Venho jogando bem, com bons resultados do fim do ano para cá e quero muito aproveitar essa oportunidade," disse Heide.

Para Luiz Carvalho, Diretor do Rio Open, esses convites representam um incentivo a mais para a nova geração do esporte. "Com esses convites, do Matheus e do Gustavo, estamos reafirmando o nosso compromisso de dar oportunidades para a nova geração do tênis brasileiro. Eles merecem essa oportunidade pelos resultados que vem conquistando e torcemos para que eles aproveitem ao máximo essa experiência e que o Rio Open sirva de referência para alavancar ainda mais as suas carreiras."

O qualifying será disputado nos dias 12 e 13 de fevereiro e ainda contará com mais um convidado na chave, além de Pucinelli e Heide. Dez tenistas já estão classificados diretamente através do ranking e as outras três vagas restantes estão reservadas para special exempts. Caso não seja necessário utilizar, as vagas de special exempt viram vagas diretas pelo ranking.

Quem vencer duas rodadas entra na chave principal do Rio Open, que já conta com destaques do tênis mundial como os top 10 Matteo Berrettini e Casper Ruud, o medalhista de bronze em Tóquio Pablo Carreno Busta, o campeão do US Open 2009 Juan Martin Del Potro, os campeões passados Diego Schwartzman e Cristian Garin, os brasileiros Thiago Monteiro e Felipe Meligeni, e nomes consagrados como Fabio Fognini e Benoit Paire.

1. Sebastian Baez (ARG)
2. Roberto Carballes Baena (ESP)
3. Marco Cecchinato (ITA)
4. Juan Manuel Cerundolo (ARG)
5. Hugo Dellien (BOL)
6. Daniel Elahi Galan (COL)
7. Yannick Hanfmann (GER)
8. Miomir Kecmanovic (SRB)
9. Carlos Taberner (ESP)
10. Barnabe Zapata Miralles (ESP)
WC. Matheus Pucinelli (BRA)
WC. Gustavo Heide (BRA)

Últimas