Lance Rayssa Leal já pensa em mostrar para os amigos na escola a medalha dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Rayssa Leal já pensa em mostrar para os amigos na escola a medalha dos Jogos Olímpicos de Tóquio

A skatista também já planeja se preparar para os Jogos Olímpicos da França de 2024

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A atleta Rayssa Leal, vice-campeã olímpica no skate street nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, falou sobre como foi subir ao pódio nesta segunda-feira (26), em sua estreia nas olimpíadas. E já se demonstrou animada para os Jogos Olímpicos da França, em 2024. A atleta só ficou atrás da japonesa Momiji Nishiya, e planeja levar medalha de prata para escola assim que for possível:

- Quando eu voltar as aulas presenciais eu quero sim mostrar a medalha aos meus amigos e agradecer o apoio da escola. E estar incentivando meus colegas a também entrarem no esporte. Além de mostrar Miraitowa para eles também. - Ela disse ao sacudir o boneco do mascote dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Sobre ser a mais jovem brasileira a subir no pódio nos Jogos Olímpicos, ela falou animada sobre o esporte acolher atletas cada vez mais jovens e quer ser exemplo para meninas de todo o país:

- Eu fico muito feliz que o skate consiga transformar. Está mudando e quero que as meninas também participem, agradeço ao COB por ter recebido muito bem a gente.

Ser responsável financeiramente pela família não foi peso para a Fadinha, que afirmou nem ter pensado nisso no momento da disputa:

- Eu só queria me divertir e conseguido um lugarzinho ali no pódio foi muito importante para mim(...) Meu coração começou a bater muito rápido assim, mas eu fiquei animada e muito feliz. E no final quando eu vi que era a segunda, eu fiquei muito agradecida e espero que em 2024 estejamos novamente competindo.

Veja abaixo o quadro de medalhas e o calendário dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Últimas