Lance Presidente de Federação Desportiva apoia programa inclusivo na ESPN: '11 milhões de surdos gostam de notícias de esporte'

Presidente de Federação Desportiva apoia programa inclusivo na ESPN: '11 milhões de surdos gostam de notícias de esporte'

'Bola da Vez' deste sábado será acessível para surdos; Andrico Moraes Xavier, presidente da Federação Desportiva de Surdos explica o porque do uso do intérprete ser tão necessário 

Lance
Lance

Lance

Lance

O 'Bola da Vez' deste sábado será diferente. Pela primeira vez um programa da emissora de debate esportivo terá interpretação de Libras. A linguagem usada por pessoas com deficiência auditiva é uma homenagem ao Dia Nacional dos Surdos, comemorado na data de hoje.

Ao L!, o apresentador do programa, André Plihal, comemorou a iniciativa da emissora e destacou que a iniciativa pode se tornar rotineiro na grade da emissora pertencente à "Disney", que também é dona do "Fox Sports" no futuro.

- Foi a primeira vez que um programa da ESPN Brasil contou com a participação de um intérprete de Libras. A iniciativa tão importante foi liderada pelo time de Diversidade e Inclusão da Disney que tem buscado cada vez mais inserir novos fãs de esporte em nosso conteúdo. A ideia é que esse tipo de ação inclusiva possa ser implementada futuramente em outros programas e atrações tanto da ESPN, quanto do Fox Sports - destacou Plihal.

PRESIDENTE DA FDSERJ APOIA DECISÃO
Em contato com o L!, o presidente da FDSERJ (Federação Desportiva de Surdos do Rio de Janeiro), Andrico Moraes Xavier, destacou a importância dessa decisão e acrescentou que o uso da legenda seria ideal para um grupo de surdos, Deficientes Auditivos (DA) e implantados que não utilizam a língua de sinais pois são oralizados.

- Seria muito bom, para começar neste canal, por que todos os surdos, DA, implantados e outras deficiências necessitam muito e, aliás, para lembrar, seria muito importante o uso de legendas assim como o intérprete de Libras, que atendem as necessidades deles - disse Andrico.

O presidente ainda destacou uma informação de extrema relevância. Sem o uso da Libras e acessibilidade, as emissoras brasileiras deixam de atingir um público expressivo de telespectadores.

- 11 milhões de surdos brasileiros gostam de assistir as notícias esportivas - destacou ele.

Mas por que as pessoas com deficiência precisam dessa acessibilidade? O especialista afirma que muita informações passam despercebidas pela pessoa com deficiência sem o auxilio do intérprete de Libras.

- Quando aparece um programa sem intérprete em Libras é muito complicado, porque (na tela) não tem informações para esclarecer as notícias. Um exemplo: Em um jogo (na TV) entre Flamengo e Palmeiras não é necessário interpretar (através de Libras) porque tem visual no campo. Mas para outras informações (como em um programa de debates) é muito necessário o uso de intérpretes - concluiu.

Últimas