Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Invicta, seleção da Colômbia afasta empolgação antes das quartas

Equipe conquistou o título em 2001, quando foi anfitriã, venceu todas as seis partidas e não sofreu gols. Nesta edição, são três partidas com vitoria 

Futebol|Do R7

Seleção colombiana venceu os três jogos disputados até aqui
Seleção colombiana venceu os três jogos disputados até aqui Seleção colombiana venceu os três jogos disputados até aqui

Campeã da Copa América uma única vez, em 2001, a Colômbia tem na edição deste ano dados semelhantes aos da conquista no início do século. Com 100% de aproveitamento na primeira fase e sem sofrer gols como no título há 18 anos, a equipe tenta evitar que a euforia se torne um problema nas quartas.

Veja mais: Eles de novo? Relembre confrontos históricos entre Brasil e Paraguai

Leia também

Quando ganhou a taça em 2001, a Colômbia era anfitriã da Copa América e seguiu com campanha perfeita ao longo do mata-mata - foram seis vitórias em seis jogos, 11 gols marcados e nenhum sofrido. Para manter vivo o sonho do bi, o time de Carlos Queiroz precisa passar pelo Chile, nesta sexta-feira, às 20h, na Arena Corinthians.

- Todos sabem que o Chile é o atual campeão (da Copa América), temos que lembrar disso. Nós como equipe tentamos ser protagonistas aonde vamos, ainda mais pela qualidade que temos. A primeira fase foi importante, mas não tem relevância se a gente não repetir o desempenho agora - disse o defensor Davinson Sánchez.

Publicidade

A edição sediada pelos colombianos ficou marcada por conta do embate entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e o governo. A insegurança fez com que a Argentina e o Canadá desistissem de competir, assim como o volante Mauro Silva, cortado da lista da seleção brasileira.

Veja mais: Tite veta Fernandinho e confirma Allan para Brasil x Paraguai

Publicidade

A Colômbia ainda é a única seleção que conquistou a Copa América vencendo todas as seis partidas. Para repetir a história no Brasil, os jogadores entendem que ainda há espaço para melhora no desempenho, após os triunfos sobre Argentina (2 a 0), Qatar (1 a 0) e Paraguai (1 a 0) na fase de grupos.

- Acabamos os três jogos e não somos um time perfeito. Trabalhamos para ir bem e corrigir o que não está indo tão bem. Temos que buscar opções, ser mais verticais em certas situações de jogo e ser mais incisivos na parte ofensiva - acrescentou Mateus Uribe.

Publicidade

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Brasileira conquista prêmio de melhor blog de vida saudável

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.