Lance Fritz explica porque é tão difícil encarar Djokovic após derrota na Austrália

Fritz explica porque é tão difícil encarar Djokovic após derrota na Austrália

Americano perdeu pela nona vez em nove jogos para o rival

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Taylor Fritz, número 12 do mundo, comentou, em entrevista coletiva, o quão duro é enfrentar Novak Djokovic. Segundo o norte-americano, uma das maiores qualidades que o sérvio tem é a rapidez e a facilidade de não travar em momentos decisivos. Ele foi derrotado em batalha de quatro sets por 7/6 (7/3) 4/6 6/2 6/3 após 3h45min.

— Uma das maiores coisas é o quão rápido ele é e quão pouco trava. Faz você trabalhar sério e acertar com perfeição. Não apenas lhe dá pontos grátis. É por isso que os dois primeiros sets foram tão longos. Nunca aconteceu de eu acertar um segundo saque e ele errar. Isso não acontece. Mesmo levando esses segundos em 170 ou 175, eles não o ultrapassam e ele coloca em risco. É muito difícil não ter pontos livres e você tem que trabalhar para cada ponto — disse Taylor.

Durante a partida, Fritz salvou quinze break-points seguidos do sérvio no jogo.

— Cheguei a um ponto em que continuei salvando essas chances e fiz isso de uma forma que realmente não me importei que ele me quebrasse, porque pensei que ele merecia me quebrar. Joguei solto. Para ser honesto, eu não deveria ter enfrentado tantos pontos de quebra. Eu deveria ter jogado melhor meus games de saque e não ter me encontrado nessa posição — revelou o americano.

Sobre o recorde negativo entre os dois, Taylor disse que houve apenas um jogo desses duelos que se sentiu bem ao jogar:

— Honestamente, cinco desses jogos aconteceram quando eu era um jogador totalmente diferente do que sou agora. Eu era muito mais jovem e não tinha esse ranking. A partir do sexto duelo as coisas ficaram mais próximas. Antes dessa partida eu já tinha me aproximado dele e ele havia melhorado como jogador. É verdade que joguei muito mal os dois últimos jogos. Só houve um jogo desses duelos em que senti que joguei bem. Sei que o histórico contra ele é ruim, mas se eu jogar como fiz hoje nos dois primeiros sets, quem sabe se o levasse para o quinto set — finalizou.

Últimas