Flamengo e Resende é reencontro entre campeões e rubro-negros

Futebol rubro-negro, que encantou em 2019, enfrenta o Resende, nesta segunda-feira (3), no Maracanã, pelo Carioca. Torcedores marcarão presença

Para manter a sintonia: torcida lotou estádios e time jogou bem

Para manter a sintonia: torcida lotou estádios e time jogou bem

Alexandre Vidal & Marcelo Cortes/Flamengo

A partida entre Flamengo e Resende não marcará somente a volta dos titulares da equipe rubro-negra, que encantou muita gente pelas boas atuações de 2019. Há também o retorno da sintonia entre o time e a torcida, que comparece em peso sempre que pode. Quando a bola rolar, às 20h, pela quinta rodada, da Taça Guanabara, os torcedores vão ter a nostalgia de 2019 e, ao mesmo tempo, uma expectativa de almejar algo ainda maior em 2020.

Para se ter uma noção, a sintonia entre Flamengo e a torcida foi algo extraordinário e importante em 2019. A média de público pagante atingiu 52.537 torcedores, com arrecadação de R$ 96 milhões. O famoso "12º jogador" sempre esteve próximo do time da Gávea. E no momento de decisão que a torcida se empolga e comparece em qualquer estádio em que o clube atuará. Especialmente, dentro do Maracanã.

No ano passado, pela final do Campeonato Carioca, que foi disputada pelo Flamengo e Vasco o público no Maracanã foi 47.995 pagantes. Por ser um clássico e ser uma decisão, as duas torcidas estavam presentes, porém a maioria era rubro-negra. Na final da Copa Libertadores, realizada em Lima, o público não foi divulgado, contudo, quantidade de flamenguistas era grande e que chegou a tomar as ruas da cidade peruana. Em ambas situações, o Flamengo ergueu a taça.

Pelo Campeonato Brasileiro, em que o Fla também comemorou o título, a torcida empurrou a equipe a cada rodada. Pode-se citar, por exemplo, os jogos contra o Goiás e CSA, em que ambos terminaram com a vitória dos cariocas. Contra a equipe Esmeraldina, 65.154 torcedores estiveram presentes. E, diante dos alagoanos, 65.649 torcedores marcaram presença. Esses dois citados mostram a força da torcida. 

Veja mais: Dupla afiada! Dirigentes do Fla acumulam êxitos em idas à Europa

Junto com os estádios lotados, a qualidade do futebol mostrado pelo rubro-negro gerou debates em vários programas esportivos. A diferença era evidente das outras equipes, até mesmo quem lutou por alguma coisa e tentou se igualar ao time. O estilo implantado pelo técnico Jorge Jesus colocou em questão os estilos dos demais técnicos brasileiros. Agora, fica a pergunta: será que o comandante consegue manter o mesmo ritmo de 2019?

Retorno da dupla

Gabigol e Bruno Henrique destaques em 2019

Gabigol e Bruno Henrique destaques em 2019

Marcelo Cortes/Flamengo

Até o momento, o Flamengo só utilizou o Sub-20 para disputar o primeiro turno da Taça Guanabara. Os comandados de Mauricio Souza fizeram quatro partidas de muita intensidade, com duas vitórias, um empate e apenas uma derrota. Porém, o ataque não foi tão efetivo e marcou apenas quatro gols, sendo o sexto que menos balançou as redes. No entanto, Gabigol e Bruno Henrique podem mudar este panorama.

Juntos, ano passado, os dois somaram 46 gols marcados. Fazia tempo que uma dupla de ataque não atingia este número expressivo. Pelo Athletico-PR, Washington e Dagoberto também conseguiram o mesmo resultado, em 2004. Com a permanência da dupla, a torcida pode vibrar e esperar gol do Gabigol ou de Bruno Henrique.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Neymar faz festão em Paris para comemorar 28 anos, confira fotos