Lance Djokovic relaciona garra no tênis com passado traumático: 'Espírito de nunca desistir'

Djokovic relaciona garra no tênis com passado traumático: 'Espírito de nunca desistir'

Tenista viveu período de guerras na Sérvia durante infância e adolescência

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O tenista Novak Djokovic relembrou o passado traumático de guerras na Sérvia e relacionou os episódios dolorosos com a garra que demonstra nas quadras. Em entrevista ao jornal "Today", pouco antes de ser derrotado na semifinal do Australian Open, o atleta contou detalhes sobre os desafios enfrentados na infância e adolescência, quando o país era um dos afetados pelos conflitos civis da Antiga Iugoslávia.

- Passamos por duas guerras, um embargo de quatro anos, de 1992 a 1996. Nenhum atleta sérvio podia viajar ao exterior para competir internacionalmente. Foram tempos muito desafiadores. Isso te endurece e poderia facilmente ter sido de outra maneira. Mas acho que também foi uma espécie de destino jogar tênis e conquistar essas grandes coisas - afirmou.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Djokovic exemplificou como os traumas estão presentes na sua vida e destacou que, por mais que tenham sido muito difíceis, essas experiências o ajudaram a encarar os principais desafios em quadra.

- Eu tinha 12 anos quando tivemos bombardeios durante dois meses e meio sem parar, dia e noite. Às vezes, isso me vem à mente quando ouço fogos de artifício. Quando ouço esse som, me lembro daquelas bombas e granadas explodindo. Não é muito agradável, você ainda tem um pouco de trauma. Acho que a coragem, a resiliência e o espírito de nunca desistir estão relacionados a isso e vem à tona geralmente nos momentos internos de agora ou nunca - completou Nole.

➡️ Djokovic é sincero sobre derrota na Austrália: ‘Uma das minhas piores partidas’

Apesar de ter sido derrotado na semifinal do Australian Open na última sexta-feira (26), o sérvio de 36 anos manteve a primeira posição no ranking ATP.

Últimas