Lance Com Messi no banco, fãs pedem reembolso em jogo do Inter Miami em Hong Kong

Com Messi no banco, fãs pedem reembolso em jogo do Inter Miami em Hong Kong

Segundo o treinador Tata Martino, o argentino estava machucado

Lance
Lance

Lance

Lance

A ausência de Lionel Messi na partida do Inter Miami contra Hong Kong, deixou os fãs do argentino presentes no estádio decepcionados. O craque, que se transferiu para o clube americano em junho de 2023, após uma passagem pelo PSG, estava lesionado e não pôde atuar, segundo o técnico Tata Martino.

- Entendemos a decepção dos torcedores e pedimos perdão. Gostaríamos de ter jogado contra eles, mesmo que por pouco tempo, mas o risco era muito grande - afirmou o treinador.

- Leo (Messi) está com uma inflamação no adutor como vimos nas imagens de seus músculos. Esperávamos uma melhora, mas a situação já existe há muitos dias - concluiu.

O mesmo aconteceu com o uruguaio Luis Suárez, ex-Grêmio, outro reforço de peso da equipe. A ausência dele e de Messi gerou protestos e vaias da torcida, que lotou o Estádio Hong Kong com cerca de 40 mil pessoas. Alguns chegaram a pagar até HK$ 4.800 (aproximadamente R$ 3 mil) pelo ingresso para ver o astro de perto, mas tiveram que se contentar com suas presenças no banco de reservas.

➡️ Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

O Inter Miam venceu o jogo por 4 a 1, mas foi hostilizado pelo público, que gritava "reembolso, reembolso" e "queremos Messi". Um dos donos do clube, o ex-jogador inglês David Beckham, também foi alvo de críticas e tentou se desculpar em um discurso após a partida.

Em comunicado, o governo de Hong Kong, disse que estava "extremamente decepcionado" com a organização e que tentaria recuperar parte dos US$ 2 milhões (R$ 10 milhões) investidos para realização do evento. O astro argentino, que recebeu uma recepção calorosa durante os treinos, não se pronunciou sobre o episódio.

O Inter Miami segue sua viagem pela Ásia e enfrenta o Vissel Kobe, no Japão, na próxima quarta-feira. Depois, volta para os Estados Unidos, onde disputa um amistoso contra o Newell's Old Boys, clube que revelou Messi, no dia 15 de fevereiro.

Últimas