Lance ATP e WTA anunciam regras rígidas na programação dos torneios

ATP e WTA anunciam regras rígidas na programação dos torneios

Entidades iniciaram estudos para minimizar os impactos das trocas de bola

Lance
Lance

Lance

Lance

A ATP e a WTA anunciaram, nesta terça-feira (9), uma nova resolução para a programação dos horários dos jogos nos torneios e iniciaram estudo para minimizarem os impactos negativos pelas trocas de bola.

As entidades colaboraram em novas regras de agendamento para reduzir o número de partidas tardias no circuito. Também está em andamento uma revisão estratégica das bolas de tênis, com o objetivo de aumentar a qualidade e a consistência das bolas durante as tacadas dos torneios a partir de 2025. As iniciativas são resultado direto da contribuição dos jogadores e visam melhorar a experiência do torneio tanto para jogadores quanto para torcedores.

AGENDAMENTO DE JOGOS

O número de partidas tardias (definidas como partidas que terminam depois da meia-noite) aumentou consideravelmente nos últimos anos, impactando negativamente jogadores e torcedores. Isso está ligado a um aumento na duração média das partidas no circuito.

Novas regras relacionadas ao agendamento de partidas serão implementadas em eventos ATP e WTA e entrarão em vigor a partir deste mês de janeiro de 2024 da seguinte forma:

Não mais que cinco partidas por dia por quadra (com início às 11h), sendo três partidas durante a sessão diurna e duas partidas durante a sessão noturna. Nenhuma partida começará depois das 23h, a menos que seja aprovado pelo supervisor da ATP/WTA em consulta à administração da ATP/WTA. Jogos fora de quadra até as 22h30 a serem transferidos para uma quadra alternativa - até as 23h. As sessões noturnas terão início o mais tardar às 19h30, com recomendação para às 18h30. Em circunstâncias excepcionais, um torneio pode solicitar isenções com base nas tradições culturais locais, condições climáticas ou outras situações atenuantes, a serem consideradas pela ATP/WTA.

As novas regras de agendamento estão sendo implementadas como parte de um período experimental de um ano em 2024, com novas revisões a seguir.

BOLAS DE TÊNIS

Está em andamento uma revisão estratégica das bolas de tênis utilizadas no circuito. Historicamente, cada torneio individual teve a capacidade de determinar seu próprio fornecedor ou patrocinador de bolas, levando a possíveis inconsistências nas bolas usadas semana após semana.

A intenção é agora avançar para uma abordagem mais consistente e centralizada por parte da ATP e da WTA. O objetivo é oferecer maior consistência da bola nas tacadas dos torneios para os jogadores e requisitos de certificação e especificação mais rígidos para um produto final aprimorado, sem afetar negativamente os fluxos de receita dos torneios.

- O calendário dos jogos e as bolas de tênis são temas prioritários na nossa agenda, juntamente com a WTA. É imperativo que evoluamos e nos adaptemos às exigências do jogo moderno, especialmente no que diz respeito à saúde dos jogadores e à experiência dos torcedores. Estamos otimistas quanto ao impacto que podemos causar em ambas as frentes, agora e no longo prazo - afirmou Andrea Gaudenzi, presidente da ATP.

- Acreditamos que é importante que essas iniciativas estejam totalmente alinhadas entre os dois circuitos e permitirão que os atletas tenham um desempenho em seus mais altos níveis, proporcionando uma melhor experiência para atletas e torcedores. O feedback direto do atleta em cooperação com os membros do nosso evento tem sido excelente, permitindo-nos continuar a modernizar o nosso esporte - disse Steve Simon, presidente e CEO da WTA.

Últimas