Jogada 10 Milagre existe! Costa do Marfim na semifinal da Copa Africana

Milagre existe! Costa do Marfim na semifinal da Copa Africana

Seleção anfitriã, aos trancos e barrancos e com dez, empata o jogo com Mali aos 45 do 2º tempo e vence nos acréscimos da prorrogação...

Jogada 10
Foto: Issouf Sanogo/AFP via Getty Images

Foto: Issouf Sanogo/AFP via Getty Images

Jogada 10

A Costa do Marfim, uma seleção que vive de extremos na Copa Africana das Nações, que tem ela como anfitriã, está na semifinal da competição. Neste sábado (3/2), no Estádio da Paz, em Bouaké, venceu Mali, na prorrogação, por 2 a 1, após 1 a 1 nos 90 minutos.

Uma tremenda volta por cima dessa seleção que, na fase de grupos, se classificou apenas como a quarta melhor terceira colocada, e vivendo uma crise só. Mas nas quartas eliminou Senegal (atual campeão) nos pênaltis. E neste sábado, de forma quase improvável, passou pelos malinenses. Isso porque Mali perdeu um pênalti, os marfinense jogaram todo segundo tempo com dez, saíram atrás e foram empatar aos 45 da etapa final. E na prorrogação, fez o gol da vitória, de letra, nos acréscimos do segundo tempo. Roteiro de cinema.

Que milagre, Costa do Marfim!

Como vem acontecendo desde a primeira rodada, a Costa do Marfim, não fez bom jogo. Desta vez, teve tudo para perder. Afinal, jogou mal, foi dominada, com muito menos posse de bola (38%) e finalizações (12 a 10). Logo aos 15 minutos, Mali teve um pênalti a seu favor, mas  Traoré chutou e o goleiro Yahia Fofana defendeu. Além disso, aos 43, os marfinenses passaram a jogar com dez: Koussonou fez falta na entrada da área e, como tinha amarelo (fez pênalti) um, foi expulso.

Veio o segundo tempo e Mali, muito superior, chegou ao gol aos 21 minutos. Dorgeles (do Red Bull Salzburg/AUT), pegou na ponta esquerda foi limpando e mandou uma bomba de fora da área, no ângulo. Um dos gols mais bonitos da competição. Mali administrava a vantagem e a Costa do Marfim parecia sem forças. Porém, quando nada indicava qualquer reação  dos anfitriões, aos 45, um chutão do goleiro Yahia Fofana foi quase até a área rival. Deu uma sobra que Seko Fofana chutou em cima da zaga, no rebote,  Adingra, na marca do pênalti , chutou e empatou.

Na prorrogação, Mali esteve sempre mais próximo do gol. Mas o tempo passou e os times se preparavam para os pênaltis. Só que Costa do Marfim teve uma falta na direita do ataque. O chuveitrinho deu rebote nos pés de Seko Fofana que chutou. No meio do caminho. Diakité concluiu de letra. Eufórico e chorando ele foi até a arquibancada, tirou a camisa e foi expulso. Mas entrou para a história. Contra tudo e todos e não jogando quase nada a competição inteira, Costa do Martim está na semifinal. Futebol é uma loucura.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas