Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Por que tragédias no futebol inflacionam jogos como FIFA

Após desaparecimento de Sala, muitas cartas do argentino no FIFA 19 foram vendidas; valor anterior do atacante no game correspondia a 5% do atual

Futebol|Guilherme Padin, do R7


Com nível 77, Sala valia 500 moedas no FIFA 19. Depois, subiu para 10.000
Com nível 77, Sala valia 500 moedas no FIFA 19. Depois, subiu para 10.000

O desaparecimento de Emiliano Sala reacendeu uma polêmica no universo dos jogos online.

Cientes de que, no modo Ultimate Team do FIFA 19, os cards (perfis negociáveis dos atletas no game) são removidos em caso de morte, e considerando que a situação pudesse se aplicar ao atacante argentino, muitos jogadores do game começaram a comprar a cartal de Sala. Mas, qual foi a motivação para a compra em massa? 

Com uma possível remoção da carta do atleta no game, o card se tornaria um artigo raro. Assim, os players (jogadores do game) poderiam vendê-lo por um valor consideravelmente maior. 

Veja também: Equipes de resgate reiniciam busca por avião com jogador argentino

Publicidade

A ideia de se faturar com o desaparecimento do argentino funcionou. Antes do sumiço da aeronave, a carta de Sala, de nível 77 no jogo, custava 500 coins (a moeda do game). Ela rapidamente passou a valer 10 mil, valor máximo para as cartas ouro — nível do atacante no game. 

Gamers se revoltaram

Publicidade

Enquanto muitos se aproveitaram da situação para coletar mais moedas virtuais e lucrar no FIFA 19, a indignação cresceu em grande proporção. Jogadores denunciaram má fé de quem havia comprado o card de Sala para lucrar no jogo.

Entre eles esteve o ex-jogador e hoje gamer Wendell Lira, dono do Prêmio Puskas de 2016, que se manifestou nas redes sociais.

Publicidade

"Uma vergonha!! Toda vez que acontece alguma tragédia os players se aproveitam para lucrar", escreveu ele em sua conta do Twitter.

Após os protestos, a EA, desenvolvedora do jogo, congelou o preço do card de Sala.

Caso Sala não é o primeiro

Ídolo da Fiorentina, Astori faleceu em março de 2018
Ídolo da Fiorentina, Astori faleceu em março de 2018

Não foi a primeira vez que esta polêmica rondou o mundo dos games.

Após a morte do zagueiro Davide Astori, em março passado, muitos jogadores de FIFA compraram o card do defensor italiano e o venderam por valores muito acima da média.

As cartas de Astori valiam 900 moedas. Após sua morte, o preço atingiu o valor máximo: 10 mil. 

Assim como com Sala, as compras dos cards de Astori também geraram revolta entre gamers de todo o mundo.

Maradona, Iniesta e mais jogadores postam mensagens de apoio a Sala

" gallery_id="5c4768934b49556ff600000d" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/por-que-tragedias-no-futebol-inflacionam-jogos-como-fifa-10052019"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.