Adeus ao Rei do Futebol

Futebol Messi, Cristiano Ronaldo e Mbappé prestam homenagens ao Rei do Futebol; veja

Messi, Cristiano Ronaldo e Mbappé prestam homenagens ao Rei do Futebol; veja

Pelé faleceu nesta quinta-feira (29), após um mês internado; clubes e jogadores se manifestam ao redor do mundo

  • Futebol | Do R7

Messi é o único jogador a igualar marca de 7 bolas de ouro do Rei do Futebol

Messi é o único jogador a igualar marca de 7 bolas de ouro do Rei do Futebol

Reprodução/Instagram/@leomessi

Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Kylian Mbappé prestaram suas últimas homenagens ao Rei do Futebol. Por meio das redes sociais, os três jogadores publicaram registros ao lado do ex-jogador e escreveram palavras de condolências. Pelé faleceu nesta quinta-feira (29), após um mês internado por causa de um câncer de cólon.

O atual camisa 10 da Argentina postou três fotos, duas delas ao lado de Pelé. Na legenda, o capitão argentino foi sucinto. "Descansa em paz, Pelé", escreveu o craque.

O francês Mbappé postou dois registros com o Rei e partilhou da mensagem de Messi. "O rei do futebol nos deixou, mas o seu legado jamais será esquecido", disse o camisa 7 do PSG.

Cristiano Ronaldo fez questão de registrar suas homenagens ao eterno Rei do Futebol. "Um mero “adeus” ao eterno Rei Pelé nunca será suficiente para expressar a dor que abraça neste momento todo o mundo do futebol. Uma inspiração para tantos milhões, uma referência do ontem, de hoje, de sempre", escreveu o craque português nas redes sociais.

Além de partilhar da mensagem dos outros colegas de profissão, CR7 relembrou a relação entre ele mesmo e Pelé. "O carinho que sempre demonstrou por mim foi recíproco em todos os momentos que partilhamos, mesmo a distância. Jamais será esquecido, e a sua memória perdurará para sempre em cada um de nós, amantes de futebol", completou o jogador.

Pelé foi internado em 29 de novembro para tratamento de câncer de cólon. O Rei passou o mês internado ao lado de familiares, que se revezaram no hospital Albert Einsten, em São Paulo. O ex-jogador vinha sofrendo com sucessivos problemas de saúde e, desta última vez, passou por uma reavaliação de terapia quimioterápica e por tratamento de uma infecção respiratória.

Em 21 de dezembro, o quadro se agravou, com a aceleração do câncer e problemas renais e cardíacos. A morte foi confirmada pela filha Kely Nascimento e pelo próprio hospital, momentos depois.

Imprensa internacional repercute a morte de Pelé: 'O futebol perde o seu Rei'

Últimas