Futebol Luxemburgo vê Palmeiras 'no rumo certo', mas rechaça favoritismo

Luxemburgo vê Palmeiras 'no rumo certo', mas rechaça favoritismo

Treinador está satisfeito com os resultados da equipe, que perdeu apenas dois jogos em 2020, mas acredita que o time ainda pode evoluir até o fim do ano

Luxemburgo não quer saber de empolgação antes da hora no Palmeiras

Luxemburgo não quer saber de empolgação antes da hora no Palmeiras

Cesar Greco/Palmeiras

Campeão paulista, entre os líderes do Campeonato Brasileiro, a melhor campanha da Libertadores e apenas duas derrotas do ano. 2020 tinha tudo para ser empolgante no Palmeiras. Mas não é. E por vontade do próprio treinador da equipe.

Depois da vitória por 2 a 1 sobre o Bolívar, mesmo com a altitude de La Paz, onde um clube brasileiro não vencia a equipe boliviana há 37 anos, Vanderlei Luxemburgo pediu "pés no chão" com seu time na Libertadores.

"Ganhamos três jogos, mas temos de classificar e ainda tem o mata-mata. Muito ainda vai acontecer. Vamos brigar para conquistar o título, mas outras equipes também vão brigar. É muito precoce falar que o Palmeiras é o favorito. O Palmeiras vai trabalhar muito para isso acontecer. Temos um elenco versátil, que não é muito grande, mas de garotos, de jovens. Estamos no caminho certo, mas há uma distância ainda a ser percorrida."

O treinador ainda elogiou a atuação de Rony, atacante que ainda não marcou gols pelo Palmeiras, mas que foi importante ao sofreu um pênalti e dar assistência para o golaço de Gabriel Menino sobre o Bolívar. Ele ainda foi eleito o melhor em campo.

"Viemos antes para entender a altitude, não pelas dificuldades do jogo, que você sabe que vai ter. São as surpresas que pode acontecer, a tontura, a dor de cabeça, a ânsia de vômito. Com dois dias de preparação vamos quebrando isso. A bola fica rápida e treinamos bastante o chute de fora da área, a bola longa no Rony, porque a bola viaja bastante e nosso goleiro pega bem na bola. O Rony é veloz e isto é importante. Tudo que aconteceu foi bem planejado", analisou Luxemburgo.

Redenção! Ex-gordinho, Walter muda corpo e brilha na Libertadores

Últimas