Futebol Luís Castro reclama de VAR e destaca: 'Jogo que sentimos uma injustiça'

Luís Castro reclama de VAR e destaca: 'Jogo que sentimos uma injustiça'

Técnico do Botafogo falou após o empate por 2 a 2 com o Fluminense, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Luís Castro, técnico do Botafogo

Luís Castro, técnico do Botafogo

Vitor Silva/Botafogo

Botafogo e Fluminense fizeram um grande jogo no Maracanã. Após abrir 2 a 0, o Glorioso viu o Tricolor buscar o empate e a igualdade em 2 a 2 se manter até o fim da partida.

Após os 90 minutos, Luís Castro concedeu entrevista coletiva, analisou o resultado e também reclamou do pênalti marcado sobre Matheus Martins, convertido por Ganso, que abriu espaço para a retomada do Fluminense.

"Conseguimos tirar a bola do Fluminense, conseguimos tirar algum tempo deles, o Fluminense normalmente tem a posse bem elevada. É um grande jogo do Botafogo, é um jogo que sentimos uma injustiça mas temos de dar mérito ao Fluminense pela forma como reagiu", iniciou.

Sobre o pênalti, momento que foi essencial da partida, o português foi enfático: "Falar do pênalti é falar do momento decisivo do jogo. Claramente não é pênalti".

"Tinham três grandes equipes em campo, o Fluminense, o Botafogo e a equipe de arbitragem. Não sei o que se passou. O jogador quando bate no Patrick está em queda. Quem provoca a queda do jogador do Fluminense? Ninguém. Quando ele bate na perna do Patrick, já está em queda. Ninguém joga futebol deitado. Portanto, para mim é claro, não é pênalti, é erro grave do VAR. Devia haver o VAR do VAR", completou.

Olha a foto! Finais do beisebol e Mundial de Ciclismo estão entre os melhores registros da semana

Últimas