Futebol Financiamento coletivo atinge valor, e buscas por Sala vão recomeçar

Financiamento coletivo atinge valor, e buscas por Sala vão recomeçar

Campanha, lançada após polícia de Guernsey anunciar fim das buscas por avião de jogador, arrecada R$ 1,3 milhão e tem engajamento de jogadores

sala, avião

O técnico Guardiola, do City, em minuto de silêncio em homenagem a Sala

O técnico Guardiola, do City, em minuto de silêncio em homenagem a Sala

Reuters/Jason Cairnduff

O financiamento coletivo lançado para retomar as buscas pelo avião do atacante Emililano Sala atingiu o valor fixado de 260 mil libras (cerca de R$ 1,295 milhão) para que as operações recomeçassem. 

Sala desapareceu na noite de segunda-feira (21) junto com o piloto Dave Ibbotson. O jogador viajou de Nantes (oeste da França) para Cardiff, para se apresentar ao Cardiff City, que havia adquirido o passe do argentino por cerca de R$ 75 milhões. 

Após uma extensa busca de três dias pelo Canal da Mancha, próximo à ilha de Guernsey, a polícia britânica anunciou o fim dos trabalhos admitindo que as chances de sobrevivência no local seriam mínimas. 

A decisão gerou revolta no meio do futebol e o apelo emocionado da irmã de Sala, Romina, para que os trabalhos fossem retomados. O Nantes, ex-clube de Sala, fez um apelo à polícia de Guernsey através de suas redes sociais. 

A partir da iniciativa do meio do futebol, foi criada a página para arrecadar fundos pelas buscas ao jogador. Com o dinheiro arrecadado, a busca privada a Sala será liderada pelo oceanógrafo britânico David Mearns, conhecido por suas buscas de navios naufragados no passado. 

"É uma família que veio da Argentina, sofreu esse enorme choque, e está lutando com muito poucas respostas sobre uma perda inexplicável", disse Mearns, em entrevista à BBC.

Adesão dos jogadores

A campanha contou com o engajamento de alguns dos principais jogadores do futebol europeu. Mbappé, do PSG, doou 30 mil euros. O volante Rabiot, seu companheiro de time, desembolsou mais 24 mil euros.

Houve colaboração também de atletas como Laurent Koscielny, capitão do Arsenal, Ilkay Gundogan, meia do Manchester City, Lucas Ocampo, do Mônaco, Anthony Lopes, goleiro do Lyon, e Kalidou Koulibaly, zagueiro do Napoli. O técnico Vahid Halilhodzic, do Nantes, ex-clube de Sala, doou 2.000 euros.

Homenagem 

Sala foi homenageado com um minuto de silêncio nos jogos de sábado da Copa da Inglaterra. Os times também jogaram com uma braçadeira preta. Ao saber da ação, a família do jogador questionou a associação de futebol do Reino Unido se as equipes poderiam descartar as faixas pretas, já que ainda têm esperança de encontrar o atacante com vida. 

Maradona, Iniesta e mais jogadores postam mensagens de apoio a Sala