Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Fessin marca golaço e Ponte Preta vence o dérbi 204 sobre o Guarani

Clássico da cidade de Campinas foi marcado pelo equilíbrio e jogadas duras, até que meia da Macaca resolveu no segundo tempo

Futebol|Do Live Futebol BR


Dérbi foi marcado por muita disputa física
Dérbi foi marcado por muita disputa física

Ponte Preta e Guarani fizeram, na manhã deste sábado (20), no estádio Moisés Lucarelli, o dérbi de número 204 na história da rivalidade da cidade de Campinas (SP), válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. E deu Macaca, pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado por Fessin, em belo chute de fora da área.

Com o resultado, a Ponte chega aos 32 pontos, e está na 11ª posição, enquanto o Bugre ficou nos 23 e é o 19º, restando 13 rodadas para o final da competição.

No histórico geral do clássico, o Guarani continua na liderança, com 69 vitórias, enquanto a Ponte Preta tem agora 67, mais 67 empates. A Macaca voltou a vencer um dérbi, e a marcar um gol no duelo contra o maior rival, após quatro partidas.

Leia também

Próximos jogos

Publicidade

Na 26ª rodada, a Ponte Preta vai até Novo Horizonte (SP), encarar o Novorizontino, na próxima quinta-feira (25), às 21h30, no estádio Jorge Ismael de Biasi.

Já o Guarani permanece em Campinas e enfrenta a Tombense, no Brinco de Ouro da Princesa, no sábado (27), às 11h.

Publicidade

Fessin resolve

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio e, como já era esperado, muitas faltas e lances mais firmes dos dois lados. Nenhuma das equipes conseguiu um domínio de destaque, com pouco trabalho dos goleiros Kozlinski e Caíque França. O arqueiro bugrino foi bem em chute forte de Fessin de fora da área, enquanto que, o pontepretano foi no cantinho buscar cabeçada de Madison.

Mas a melhor chance foi da Macaca, praticamente no último lance, com Wallison, que recebeu na entrada da área e tirou de Kozlinski, mas também do gol. A etapa também ficou marcada pela discussão entre Giovanni Augusto e Rodrigo Andrade, do Guarani, que o camisa 10 bugrino classificou como 'geração mimada'.

No segundo tempo, a Ponte passou a ter mais a posse de bola, mas ainda sem assustar muito. Já o Bugre, apostando em investidas rápidas, teve uma ótima oportunidade em cobrança de falta que Lucas Ramon completou de cabeça e Caíque fez belíssima defesa 'à queima-roupa'. A Ponte respondeu com Elvis, que invadiu a área e bateu para fora. Mas, quando tudo se direcionava para um empate sem gols, surgiu um 'herói'.

Aos 36 minutos, Fessin partiu do lado direito, centralizando e resolveu por si só, com um belo chute de fora da área, sem chances para o goleiro Kozlinski. O gol desestabilizou o Bugre e, no lance seguinte, Richard Rios agrediu Moisés Ribeiro e foi expulso. Mas o Guarani ainda teve a chance de empatar e aí apareceu o segundo herói da Ponte, Caíque França, que salvou a Macaca no último lance em chute da pequena área de Rodrigo Andrade.

Ao final do jogo, muita festa dos mais de 15 mil pontepretanos no Majestoso.

FICHA TÉCNICA

Ponte Preta 1 x 0 Guarani

Local: Estádio Moisés Lucarelli (Campinas-SP)

Data e hora: Sábado (20), às 11h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

Auxiliares: Nailton Junior e Renan Aguiar (ambos do CE)

Gol: Fessin, aos 36'/2T (Ponte Preta)

PONTE PRETA: Caíque França, Formiga (Norberto), Mateus Silva, Fábio Sanches e Artur; Felipe Amaral (Moisés Ribeiro), Léo Naldi (Rithely) (Nicolas), Wallisson e Elvis; Fessin (Barcia) e Lucca. Técnico: Hélio dos Anjos.

GUARANI: Maurício Kozlinski; Lucas Ramon, João Victor, Derlan e Jamerson; Rodrigo Andrade, Madison (Richard Rios) e Giovanni Augusto; Bruno José (Lucas Venuto), Edson Carioca (Bruno Miranda) e Yuri Tanque (Nicolas Careca). Técnico: Mozart.

Palmeiras tem quase 80% de chance de ser campeão brasileiro; veja contas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.