Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Corinthians vai fazer um jogo com portões fechados por cantos homofóbicos contra o São Paulo

Contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) cabe recurso por parte do Timão

Futebol|Do Live Futebol BR


Corinthians foi punido pelo STJD
Corinthians foi punido pelo STJD

A fase do Corinthians realmente não é nada boa. Na beira da zona de rebaixamento do Brasileirão, o Timão vai ter que fazer uma partida com portões fechados por causa dos cantos homofóbicos da torcida durante o clássico contra o São Paulo.

 Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

O Timão foi enquadrado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

Publicidade

Leia também

No julgamento, o responsável pela gerência da Arena, Lucio Blanco, e o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, admitiram os cantos homofóbicos por parte dos torcedores, mas disseram que o clube fez de tudo para coibi-los.

Mesmo assim, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu o Timão com a realização de uma partida com os portões fechados. O clube não se manifestou sobre o assunto, mas contra a decisão cabe recurso.

Publicidade

O próximo jogo do Corinthians na Neo Química Arena está marcado para o dia 2 de julho, contra o RB Bragantino, pela 13ª rodada do Brasileirão.

O que aconteceu

Publicidade

Durante o segundo tempo do clássico realizado no dia 14 de maio, a partida foi paralisada por quatro minutos por causa dos cantos homofóbicos da torcida do Corinthians.

Os telões da Neo Química Arena exibiram a mensagem: "É proibido emitir cantos discriminatórios, racistas, homofóbicos ou xenófobos". Os torcedores, porém, continuaram a cantar.

Tudo isso foi relatado na súmula pelo árbitro Bruno Arleu de Araújo.

E aí, quem vem? Veja a situação de cada um dos cotados a assumir a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.