Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Corinthians ainda não pagou o São Bernardo por Chrystian Barletta

Revelação foi feita pelo presidente do Joinville, que tem 10% dos direitos econômicos do atacante

Futebol|Do Live Futebol BR

Chrystian Barletta comemora com Róger Guedes
Chrystian Barletta comemora com Róger Guedes Chrystian Barletta comemora com Róger Guedes

A diretoria do Corinthians se viu envolvida em nova polêmica. Embora esteja no mercado em busca de reforços para a sequência da temporada, o clube ainda não pagou o São Bernardo pela contratação do atacante Chrystian Barletta.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Revelação do último Campeonato Paulista, o jogador de 21 anos teve, em março, 50% dos seus direitos econômicos adquiridos pelo Corinthians por R$ 6 milhões. No acordo, o Timão pagaria R$ 1 milhão à vista e dez parcelas de R$ 500 mil.

Publicidade

Leia também

Os valores, porém, não caíram na conta do São Bernardo, que ficou com 20% dos direitos de Chrystian Barletta. A revelação foi feita pelo presidente do Joinville, Dartanhan de Oliveira. Responsável por revelar o atacante, o clube catarinense tem direito a R$ 600 mil por ainda ser dono de 10%.

"Temos um valor a receber pelo Barletta. Ele foi vendido ao Corinthians por R$ 6 milhões, com pagamento de R$ 1 milhão à vista e dez parcelas de R$ 500 mil ao São Bernardo. Nós temos 10% disso, então nós teríamos R$ 100 mil à vista e dez parcelas de R$ 50 mil. O Joinville não recebeu nada. Me parece que o Corinthians não pagou o São Bernardo e estamos nessa batalha para buscar essa receita", explicou o presidente do Joinville.

Publicidade

Procurada pela reportagem do R7, a diretoria do São Bernardo não quis entrar em maiores detalhes sobre o não pagamento do Corinthians.

Contratado sob muita expectativa pelo futebol apresentado no Paulistão, Barletta não conseguiu deslanchar com a camisa do Corinthians. Sem entrar em campo desde o dia 17 de maio, o atacante fez apenas cinco partidas.

E aí, quem vem? Veja a situação de cada um dos cotados a assumir a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.