Copa do Mundo Por que a França jogou de verde e branco, durante a primeira Copa vencida pela Argentina?

Por que a França jogou de verde e branco, durante a primeira Copa vencida pela Argentina?

Em 1978, contra a Hungria, os 'Bleus' entraram em campo com a camisa do Club Atlético Kimberley, após confusão com uniformes

Resumindo a Notícia
  • Na Copa de 1978, França e Hungria entraram em campo com camisas brancas

  • Confusão gerada a partir de uma determinação da Fifa, e ignorada por um dirigente dos 'Bleus'

  • Como o uniforme principal dos franceses estava há quilômetros de distância, a saída foi improvisar

  • A equipe até então azul jogou aquele partida com a camisa alviverde de um pequeno clube local

A França jogou com uniforme alviverde na Copa de 1978, na Argentina

A França jogou com uniforme alviverde na Copa de 1978, na Argentina

Reprodução/CCBY/Autor Desconhecido — 10/6/1978

Em 1978, França e Hungria entraram no campo do estadio José María Minella, na cidade argentina de Mar del Plata, com o objetivo de não ser a pior seleção do Grupo 1 daquele Mundial. Os franceses com camisas brancas, e os húngaros também... Mas, como assim?

Naquela época, boa parte dos telespectadores assistia TV em preto e branco. Sendo assim, era convenção as partidas de futebol contarem com uma equipe em uniforme escuro, e outra, claro.

Tradicionalmente, a França joga de azul, e a Hungria, de vermelho — duas cores escuras para o padrão televisivo da época. Sendo assim, no início de 1978, a Fifa havia determinado que os Bleus jogassem de branco.

Mas, pouco antes da Copa começar, a entidade máxima do futebol mudou de ideia: os franceses deveriam jogar com o uniforme principal contra os húngaros. Acontece que, de acordo com texto no site do Museu da Fifa, um dirigente da equipe azul não passou a informação à frente.

No dia do jogo, ambas equipes pisaram no gramado com blusões sobre as camisas, que ao serem tirados trouxeram à tona a confusão. O árbitro da partida, o brasileiro Arnaldo César Coelho, decidiu adiar o apito incial, até que o problema fosse resolvido.

Vale o clique: Veja os seis looks usados pela croata musa da Copa no Catar

Como o erro partiu dos franceses, eram eles quem deveriam trocar os uniformes. O que na época não era tarefa simples. Naqueles tempos, as equipes de futebol, não dispunham da logística atual. Tanto que as camisas do primeiro uniforme da França estavam em Buenos Aires, há cerca de 400 km de Mar del Plata.

A saída foi improvisar. Membros da organização da partida foram até a sede do Club Atlético Kimberley, pequeno time local que até hoje frequenta as divisões de acesso do campeonato argentino, e pegaram emprestado um kit de camisas. Todas com listras verdes e brancas!

Assim, a França venceu a Hungria por 3 a 1, sob uma das combinações de uniformes mais bizzarras já vistas.

A seguir, confira 7 pontos em que a seleção do 7 a 1 foi superior a de 2022:

Últimas