Copa do Mundo 2014 Livro conta a história dos 100 anos da seleção brasileira

Livro conta a história dos 100 anos da seleção brasileira

Obra traz passagens pouco conhecidas e momentos históricos deste símbolo nacional

Livro conta a história dos 100 anos da seleção brasileira

Seleção sempre teve grandes talentos

Seleção sempre teve grandes talentos

Divulgação

Em 2014 a seleção brasileira de futebol completa 100 anos. Para contar a história deste que é um dos maiores símbolos do país, foi lançado no fim de maio o livro Deuses da Bola - 100 anos da seleção brasileira (Editora DSOP), de autoria dos jornalistas João Carlos Assumpção e Eugenio Goussinsky.  

A obra traz histórias inéditas, tanto de personagens quanto sobre os jogos da seleção. E não são apenas passagens ligadas a Copas do Mundo: toda a trajetória da equipe nacional, incluindo jogos oficiais e amistosos, está incluída. Muitos fatos curiosos, e não apenas as histórias que ficaram consagradas no imaginário popular, são abordados no livro.  

Numa das passagens, os autores contam como o argentino Leonardi, em 1914, por exemplo, fez um gol com a mão, validado pelo juiz brasileiro Alberto Borgerth. O próprio Leonardi se acusou, pedindo que o gol fosse anulado, o que acabou acontecendo.

O livro é dividido em capítulos, em forma de crônicas, que buscam esclarecer vários episódios curiosos, muitos deles que ainda não faziam parte do conhecimento popular.  

Para João Carlos Assumpção, o livro busca apresentar a essência do futebol brasileiro, que já produziu craques como Friedenreich, Leônidas, Garrincha, Pelé e Rivellino, que também protagonizam algumas das histórias.  

— Procuramos mostrar a importância da seleção para o país. A seleção brasileira, mesmo com períodos de oscilação, sempre teve a força de aglutinar o Brasil em torno de sua identidade, superando rivalidades clubísticas e partidárias e simbolizando a paixão do brasileiro pelo futebol.  

No final do livro, há uma seção que traz todas as fichas técnicas dos jogos da seleção brasileira, incluindo as escalações dos adversários. Assumpção conta que a intenção foi deixar a publicação mais completa.  

— Trata-se de um livro feito para todos os públicos, tanto os especialistas quanto os que não gostam muito de futebol.  

João Carlos Assumpção é colunista do jornal Lance. Eugenio Goussinsky exerce a função de redator no portal R7.

    Access log