Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Com show de Diego Costa, Botafogo vence o Bahia e chega a 51 pontos no Brasileirão

Em mais uma tarde de festa e Engenhão lotado, líder fez 3 a 0 no time baiano, com dois do seu novo centroavante

Futebol|Do Live Futebol BR

Diego Costa comemora primeiro gol pelo Botafogo
Diego Costa comemora primeiro gol pelo Botafogo Diego Costa comemora primeiro gol pelo Botafogo

A temporada mágica do Botafogo ganhou mais um capítulo feliz na tarde deste domingo (27), no estádio Nilton Santos. Com dois gols de Diego Costa e um de Luis Henrique, o Glorioso venceu o Bahia por 3 a 0 pela 21ª rodada, manteve 100% de aproveitamento em casa e chegou a incríveis 51 pontos, isolado na liderança do Brasileirão.

 Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Do outro lado, o Tricolor baiano estaciona nos 21 pontos e só continua na 16ª posição porque o Santos, também com 21, foi derrotado pelo Atlético-MG.

Publicidade

Ainda sem Tiquinho Soares, lesionado, o Botafogo comemora também a boa apresentação de Diego Costa em sua primeira partida como titular. Com os dois gols marcados neste domingo, ele encerrou um jejum que já passava de quatro meses sem balançar as redes. A última vez que o centroavante havia marcado foi na vitória do Wolverhampton contra o Brentford, por 2 a 0, pela Premier League, no dia 15 de abril.

Leia também

Como foi

Publicidade

Bem diferente da distância de 27 pontos que separava os times antes de a bola rolar, Botafogo e Bahia fizeram um jogo muito movimentado desde o apito inicial e com chances para os dois lados.

Como de costume, o Glorioso não teve piedade e abriu o placar aos 7 minutos. Eduardo roubou a bola no meio, passou para Victor Sá, que rolou para Diego Costa. O centroavante invadiu a área, dominou e chutou forte — Marcos Felipe ainda tocou na bola, mas não impediu o primeiro gol do jogo e o primeiro do centroavante com a camisa do Fogão.

Publicidade

O Bahia quase empatou aos 18 minutos, mas o Botafogo provou que é bem servido dos dois lados de campo. Ratão encontrou Ademir, que invadiu a área, ficou cara a cara com Lucas Perri e bateu na saída do goleiro. Mostrando elasticidade, Perri salvou com o pé.

Aos 28 minutos, foi a vez de Marcos Felipe salvar o Bahia. O goleiro foi buscar no ângulo o chute forte de Segovinha.

Segovinha, do Botafogo, tenta passar pela marcação de jogadores do Bahia
Segovinha, do Botafogo, tenta passar pela marcação de jogadores do Bahia Segovinha, do Botafogo, tenta passar pela marcação de jogadores do Bahia

O Bahia voltou melhor no segundo turno, mas não teve tempo de se animar. Com cinco minutos, o Botafogo fez o segundo — e mais uma vez com Diego Costa. Tudo começou com Marcos Felipe errando a saída de bola; Gabriel Pires recuperou no meio, arrancou pelo lado esquerdo até a linha de fundo e cruzou para Diego Costa cabecear livre: 2 a 0.

O Bahia continuou errando na defesa e não levou o terceiro por pouco. Aos 23 minutos, Eduardo tocou para Janderson entrar livre e finalizar na saída de Marcos Felipe, mas a bola raspou na trave antes de sair.

Aos 30 minutos, não teve jeito. Hugo puxou contra-ataque e passou para Luis Henrique entrar livre na área do Bahia, driblar o goleiro Marcos Felipe e completar. Um golaço que fechou a conta no Nilton Santos: 3 a 0.

No fim, apesar do esforço do time baiano, prevaleceu a eficiência do Botafogo, que mais uma vez foi implacável no ataque e preciso na defesa, dando mais um passo em busca do título. No fim, a distância entre os times aumentou para incríveis 30 pontos, deixando bem claros os objetivos de cada um nesse returno do Brasileirão.

Próximos jogos

Agora, o Botafogo deixa de lado a ótima fase no campeonato nacional para se concentrar num duelo decisivo pela Sul-Americana. Depois de empatar em casa o jogo de ida contra o Defensa y Justicia-ARG, por 1 a 1, o Glorioso encara na quarta-feira (30), a partir das 19h, mais 90 minutos na Argentina. Pelo Brasileiro, terá o clássico contra o Flamengo, no sábado (2), às 21h, novamente no Engenhão.

Já o Bahia terá uma semana pela frente para se preparar para o duelo direto contra o Vasco da Gama pelo nacional. Lutando contra a zona de rebaixamento, os times se enfrentam pela 22ª rodada no domingo que vem, a partir das 18h30, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:

Botafogo 3 x 0 Bahia

Local: estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: domingo (27/08), às 16h (de Brasília)

Público: 39.610 torcedores

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP-Fifa)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP-Fifa) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP-VAR Fifa)

Cartões amarelos: Diego Costa, Janderson (Botafogo); Mingotti, Cauly, Yago Felipe (Bahia)

GOLS: Diego Costa, aos 4’/1T e aos 5'/2T (Botafogo); Luis Henrique, aos 30'/2T (Botafogo)

BOTAFOGO: Lucas Perri; JP Galvão (Mateo Ponte, aos 24'/2T), Adryelson, Victor Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Gabriel Pires (Danilo Barbosa, aos 37'/2T) e Eduardo; Victor Sá (Luis Henrique, aos 16'/2), Segovinha (Diego Hernández, aos 37'/2T) e Diego Costa (Janderson, aos 16'/2T). Técnico: Bruno Lage

BAHIA: Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Camilo Cándido; Rezende, Thaciano (Yago Felipe, aos 31'/2T) e Cauly (Léo Cittadini, no intervalo) ; Ademir (Everaldo, aos 30'/2T), Rafael Ratão (Biel, aos 16'/2T) e Mingotti (Vitor Jacaré, aos 16'/2T). Técnico: Renato Paiva

Mordidas, cusparada e confusões: relembre 7 polêmicas de Diego Costa, reforço do Botafogo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.