Futebol Cássio reconhece força do Fla, mas pede para Corinthians se impor

Cássio reconhece força do Fla, mas pede para Corinthians se impor

Timão recebe o Rubro-Negro neste domingo (1º), em Itaquera. Time carioca vem de cinco vitórias seguidas, quatro por goleada

Agência Estado - Esportes
Cássio projeta duelo com o Flamengo: "Com todo o respeito, temos que ir em busca da vitória"

Cássio projeta duelo com o Flamengo: "Com todo o respeito, temos que ir em busca da vitória"

LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO - 11/07/2021

Cássio ainda não se esqueceu da última vez em que enfrentou o Flamengo. Aquela dura derrota na Neo Química Arena, por 5 a 1, por sua vez, não pode servir de parâmetro para o reencontro deste domingo (1º), novamente em Itaquera, após quase 10 meses. Mesmo reconhecendo a força dos cariocas, o goleiro pede para o Corinthians se impor como mandante em duelo do Brasileirão.

Ciente que os resultados são bastante frustrantes em casa, com somente cinco pontos somados em 18 disputados no Brasileirão, o goleiro afirma que não há mais espaço para tropeços. E a reação tem de vir já diante do forte e empolgado Flamengo, neste domingo.

"A gente sabe que vai enfrentar uma grande equipe, que já vem jogando há dois, três anos juntos, está em um momento muito bom, mas vamos jogar na nossa casa, onde precisamos ser mais regulares", disse.

"Se nós tivéssemos perdido menos pontos em casa, de repente estaríamos numa situação um pouco melhor na tabela, como na briga pela Libertadores", afirmou o goleiro. "É um jogo difícil, lógico, mas temos de nos impor em casa, buscar um resultado positivo. Vamos jogar em casa e, com todo o respeito ao Flamengo, temos que ir em busca da vitória."

O fato de ter perdido de goleada no último confronto e também as quatro vitórias seguidas com placar amplo dos cariocas, na visão de Cássio, não devem servir de parâmetro para o domingo. O goleiro apela ao "é um novo jogo" e pede para retrospecto e estatística ficaram distantes.

"A gente não pode se apegar nas coisas negativas. Acho que naquele momento (5 a 1) era uma situação negativa, perder daquela maneira. Você tem que sempre tentar evoluir e crescer", analisou. "Acho que você não pode se apegar porque se você for pegar o histórico de tantos confrontos entre Flamengo e Corinthians, tiveram goleadas para os dois lados."

O goleiro não esconde, porém, que o entrosamento e o fato de o Flamengo vir jogando junto faz tempo são diferenciais e desafios a mais para este embate. Marcado para as 16 horas.

"O Flamengo vem sendo bem efetivo, ganhando as últimas partidas, mudou de treinador há pouco tempo, o Renato assumiu e o time vem em uma sequência muito boa de vitórias", reconheceu.

"Se formos ver pelo investimento que foi feito lá, há três anos com o mesmo time, se pegar o quanto investiu, sendo campeões, se estruturando e se mantendo entre os primeiros, é um momento muito bom mesmo. Mas a gente também teve esse momento aqui, fomos um dos times mais vitoriosos da última década", ressaltou.

"Então não vejo tão longe assim em protagonismo na questão de títulos. Lógico, o Flamengo vive um momento de títulos, está na briga em outras competições, mas o Corinthians é um clube muito grande, é uma camisa muito pesada e merece todo respeito."

Dia 7: Brasil sofre eliminação doída no futebol e boxe chega ao pódio

Últimas