Campeonato Paulista Conheça Matheus Donelli, goleiro que deve ser negociado pelo Timão

Conheça Matheus Donelli, goleiro que deve ser negociado pelo Timão

Com início no futsal, homenagem da Fiel e recorde no Brasileirão, jovem promessa tem o mesmo empresário de Cristiano Ronaldo

Matheus Donelli perdeu espaço no Timão e pediu para ser vendido

Matheus Donelli perdeu espaço no Timão e pediu para ser vendido

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Matheus Donelli chegou ao Corinthians em 2011, aos 8 anos de idade, para jogar na equipe de futsal do clube. Em pouco tempo trocou as quadras pelo gramado, ganhou espaço no time profissional e hoje, aos 19 anos, vive clima de despedida no Timão.

Com a investida do Alvinegro em Ivan, da Ponte Preta, o jovem arqueiro perde espaço e deve ser negociado. Vendo o espaço conquistado sendo perdido, o próprio Donelli expressou sua vontade de ser vendido, não emprestado. 

Com 1,89m de altura, o arqueiro de boa colocação e saída do gol tem como principal característica a frieza em momentos decisivos. Empresariado por Jorge Mendes, que também gerencia a carreira do português Cristiano Ronaldo, cinco vezes eleito o melhor jogador do mundo, Matheus pretende seguir carreira em outro clube.

O Corinthians tem 100% de seu passe e, como o jovem tem mercado no exterior, pretende lucrar com sua saída.

Destaque jovem

Depois da transição das quadras para o campo, Matheus Donelli se destacou com a camisa corintiana, tanto que defendeu as categorias de base da Seleção Brasileira, sendo campeão da Copa do Mundo sub-17. Na oportunidade, foi eleito o melhor goleiro da competição.

História com a Fiel

O jovem atleta tem uma história curiosa de quando ainda era presença frequente nas arquibancadas alvinegras. Aconteceu em 2012, na conquista da Libertadores pelo Timão, quando tinha apenas 10 anos.

Com o falecimento de seu avô, Sylvino Donelli, dias antes da segunda partida da semifinal contra o Santos, a organizada Gaviões da Fiel resolveu prestar homenagem ao torcedor, que era conhecido como "Pitbull".  Mas a faixa que foi feita não teve entrada autorizada pela Polícia Militar. A solução foi enrolar a homenagem no corpo de Matheus Donelli.

Nove anos depois, o pai do goleiro conseguiu um ofício de liberação para que a mesma voltasse aos estádios, desta vez à Neo Química Arena. Isso aconteceu em novembro de 2021, no primeiro jogo de Matheus como titular, diante da Chapecoense.

Neste jogo, Donelli se tornou o goleiro mais jovem a atuar na Série A de 2021. Foi a quinta oportunidade, neste mesmo ano, em que o jogador recebeu a difícil missão de substituir Cássio,  titular absoluto.

Foram três jogos no Paulistão, contra Palmeiras, Ponte Preta e Novorizontino, e meio tempo contra o River Plate, do Paraguai, pela Sul-Americana.

Mercado da bola: confira as negociações do seu clube para 2022

Últimas