Futebol Após eliminação, Sylvinho diz que não vê 'terra arrasada' no Timão

Após eliminação, Sylvinho diz que não vê 'terra arrasada' no Timão

Depois de não conseguir vencer o Atlético-GO, técnico admite que time necessita de "algo a mais", mas valoriza equipe

Agência Estado - Esportes
Sylvinho diz que Corinthians precisa de "algo a mais", mas não vê terra arrasada

Sylvinho diz que Corinthians precisa de "algo a mais", mas não vê terra arrasada

FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO - 30/05/2021

Após a terceira eliminação em menos de um mês — Campeonato Paulista, Copa Sul-Americana e agora Copa do Brasil —, o Corinthians ó tem o Campeonato Brasileiro pela frente na temporada 2021. No comando do time há apenas quatro partidas, o técnico Sylvinho compreende que é "preciso de algo mais". Ainda assim, não vê a situação atual como "terra arrasada" e reconhece alguns pontos positivos no grupo que tem em mãos.

"Com avaliação a reforços está alinhado com a diretoria, conversamos, são quatro jogos, 15 dias no clube, embora conheça bem o clube, o que acelera processos, mas é uma aresta superior e vamos continuar seguir trabalhando. Estou contente com a entrega, determinação, raça desses jogadores, principalmente no dia de hoje, referente a entrega, mas precisamos de algo mais, precisamos e vamos trabalhar em busca disso", destacou Sylvinho.

O treinador do Corinthians não vê outra solução nesse momento difícil a ser trabalhar bastante. "Temos que buscar meios, links, conexões e o time ideal, obviamente o Corinthians não tem os seus 11 titulares, temos jogadores revezando em suas posições, e buscar os links ideias para que a gente tem melhores resultados, performance em campo, momentos melhores, é para isso que a gente trabalhar", afirmou.

No entanto, Sylvinho nega que um dos pontos para evoluir é a parte emocional. "Emocionalmente não, ao contrário, o que houve, é bem verdade, corrigir os atletas, pedi ao quarto árbitro porque não nos interessava discussão, parar o tempo todo. Segundo tempo o ritmo do jogo já foi diferente, adversários desde o começo a cortar laces, queríamos o jogo mais jogado, mas é do jogo, eliminatórias são dois jogos, e a gente teve dificuldade no primeiro, mas de maneira que fui corrigir, não me interessava as discussões, jogo parado, queríamos mais andamento, mais ritmo", disse.

O Corinthians volta a campo neste sábado, às 19 horas, para o clássico contra o Palmeiras, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Homem mais resistente do mundo completa cem dias de prova insana

Últimas