Futebol Abel Braga deixa o Fluminense com 70% de aproveitamento

Abel Braga deixa o Fluminense com 70% de aproveitamento

Em quatro meses, treinador conquistou o Cariocão, mas seu trabalho começou a ser contestado pela queda de rendimento

  • Futebol | Do Live Futebol Br

Abel Braga durante a partida entre Fluminense e Internacional, pelo Brasileirão

Abel Braga durante a partida entre Fluminense e Internacional, pelo Brasileirão

MAILSON SANTANA/FOTO FLUMINENSE FC

O técnico Abel Braga entregou o cargo nesta quinta-feira (28) e não comanda mais o Fluminense. O treinador se despede de sua quarta passagem com um aproveitamento de 70,5% e dois títulos: o da Taça Guanabara (primeira fase do estadual do Rio) e do Campeonato Carioca, que não era conquistado pelo Tricolor há dez anos. 

Apesar das conquistas, o trabalho de Abelão, como é carinhosamente conhecido, foi muito contestado devido à queda de rendimento do elenco, que ainda não manteve boas apresentações nos três campeonatos que está disputando: Copa do Brasil, Brasileirão e Sul-Americana.

Nesta passagem pelas Laranjeiras, Abel comandou o Flu em 26 jogos, com 17 vitórias, 4 empates e 5 derrotas. Ao todo, a equipe marcou 35 gols e sofreu 15.

No entanto, o técnico começou a conviver com críticas mais severas após a eliminação para o Olimpia (Paraguai), na Pré-Libertadores, quando tinha vantagem no placar.

O treinador sofreu constantes vaias da arquibancada nas últimas partidas, principalmente depois do empate sem gols com o Unión Santa Fe (Argentina), na terça-feira (28), que complicou a situação do Flu na Sul-Americana, pondo em risco a chance de o Tricolor ir para as oitavas de final.

Em 13° no Campeonato Brasileiro, com quatro pontos em três jogos, o Fluminense vem de uma derrota para o Internacional. Na próxima rodada, encara o Coritiba no domingo (1º/5) às 16h (de Brasília), no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense.

Ônibus elétrico e atletas veganos: conheça o time 'mais verde' do mundo

Últimas