Esportes Brasil termina 2023 com 20 pódios em torneios mundiais de esportes olímpicos

Brasil termina 2023 com 20 pódios em torneios mundiais de esportes olímpicos

Atletas brasileiros conquistaram quatro ouros, sete pratas e nove bronzes neste ano, que antecede os Jogos Olímpicos de Paris

Agência Estado
Rebeca foi destaque com cinco medalhas em mundial

Rebeca foi destaque com cinco medalhas em mundial

KENZO TRIBOUILLARD/AFP - 08.10.2023

Liderado pela ginástica artística, o Brasil fecha 2023 com grandes vitórias nos esportes olímpicos em torneios mundiais e boas expectativas para os Jogos de Paris no próximo ano.

No total, os atletas brasileiros conquistaram 20 medalhas, duas a menos do que no ano passado, sendo quatro ouros, sete pratas e nove bronzes, com destaque para Rebeca Andrade.

Um dos principais nomes da ginástica para Paris-2024, Rebeca Andrade levou o Brasil ao pódio em cinco oportunidades no Mundial, tendo conquistado uma medalha de prata na disputa por equipes. Ela também foi coroada com o ouro nos saltos, prata no individual geral e solo e bronze na trave. A ginástica artística ainda contou com o bronze de Flávio Saraiva no solo.

"2023 foi mais um ano positivo para o esporte olímpico brasileiro. As conquistas em campeonatos mundiais refletem a qualidade do trabalho em conjunto desenvolvido pelo Comitê Olímpico do Brasil e as confederações. Entramos agora no último ano deste ciclo olímpico otimistas e motivados para um grande desempenho de nossos atletas em Paris-2024", afirmou Paulo Wanderley, presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro).

O Brasil ainda conquistou outros três ouros, com Beatriz Ferreira, no boxe, Filipe Toledo, no surfe, e Rayssa Leal, no skate street. A Fadinha ainda tem outra medalha de prata. Além de Rayssa Leal, o skate brasileiro confirmou mais três pódios, todos no skate park. Foram duas medalhas de prata com Luigi Cini e Augusto Akio, além de um bronze com Pedro Barros.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Nesse que é o ciclo olímpico mais curto da história, tivemos a confirmação do bom momento de alguns de nossos principais nomes, novas modalidades se destacando e jovens atletas com um futuro promissor pela frente despontando. Um dos nossos grandes objetivos é que a gente tenha mais modalidades com medalhistas para aumentar o leque de possibilidades em grandes competições. Temos algumas novas modalidades muito próximas de chegar a uma medalha olímpica", disse Ney Wilson, diretor de alto rendimento do COB.

Outro que se destacou em 2023 foi Marcus D'Almeida, que conquistou a medalha de bronze no Mundial de Tiro com Arco e terminou o ano na liderança do ranking mundial do recurvo.

Confira as medalhas conquistadas pelo Brasil em mundiais no ano de 2023:

undefined

Ouro
• Beatriz Ferreira - boxe
• Filipe Toledo - surfe
• Rayssa Leal - skate street
• Rebeca Andrade - ginástica artística (saltos)

Prata
• Ana Patrícia e Duda - vôlei de praia
• Augusto Akio - skate park
• Equipe feminina - ginástica artística
• Luigi Cini - skate park
• Rayssa Leal - skate street
• Rebeca Andrade - ginástica artística (individual geral)
• Rebeca Andrade - ginástica artística (solo)

Bronze
• Beatriz Souza - judô
• Caio Bonfim - atletismo (marcha atlética)
• Flávia Saraiva - ginástica artística (solo)
• Maria Clara Pacheco - taekwondo
• Marcus D´Almeida - tiro com arco
• Pedro Barros - skate park
• Rafael Silva - judô
• Rebeca Andrade - ginástica artística (trave)
• Wanderson Oliveira - boxe

Conheça os brasileiros já classificados para os Jogos Olímpicos de Paris

Últimas