Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

São Paulo pega Flamengo em crise e com saudades de Dorival Jr. em provável estreia de James

Tricolor paulista enfrenta o Flamengo neste domingo (13), às 18h30, no Maracanã, pela 19ª rodada do Brasileirão

Esportes|Do R7

James Rodríguez deve começar o duelo no banco de reservas
James Rodríguez deve começar o duelo no banco de reservas James Rodríguez deve começar o duelo no banco de reservas

O melhor momento para o São Paulo embalar novamente na temporada é agora. Pelo Brasileirão, neste domingo (13), às 18h30, a equipe de Dorival Júnior vai ao Maracanã encarar o Flamengo, que vive enorme crise após a eliminação precoce na Libertadores. A classificação tricolor na Sul-Americana pôs fim a uma sequência de cinco jogos sem ganhar. Um triunfo no Rio elevará os ânimos de olho no clássico com o Corinthians, valendo vaga na final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (16).

Outro fator que deixa o torcedor do São Paulo esperançoso para o jogo com o Flamengo é a possível estreia do colombiano James Rodríguez. O meia, de 32 anos, foi a grande contratação do futebol brasileiro nesta janela de transferência e quer ganhar espaço no time. "O James vem evoluindo, vai ganhar alguns minutos, quem sabe", disse Dorival.

James deve começar o duelo no banco de reservas e entrar no segundo tempo, dependendo das circunstâncias da partida. A tendência é que Dorival leve a campo uma equipe bastante modificada para poupar energia para o jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil. O atacante Lucas Moura é outra estrela tricolor que promete ganhar mais minutos, após estrear na derrota para o Atlético-MG no fim de semana passado.

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

No Brasileirão, o São Paulo ocupa posição intermediária e, assim como todos os outros times, praticamente descarta qualquer chance de lutar pelo troféu com o Botafogo. Uma derrota, porém, pode levar a equipe do Morumbi para a segunda metade da tabela e, consequentemente, mais perto da zona da degola.

Publicidade

"Tudo vai acontecer no momento certo, desde que tenhamos merecimentos. A equipe tem se dedicado muito. As derrotas, às vezes, não conseguimos assimilar por isso. Nós sabemos que tropeços servem de alerta e aprendizado, mas precisamos valorizar o que vem acontecendo de bom. O São Paulo está conseguindo buscar uma reestruturação como clube e entidade", afirma Dorival.

Converter posse de bola em finalizações e gols tem sido o grande desafio das últimas semanas do São Paulo. Contra o San Lorenzo, as redes balançaram, mas ainda falta incorporar objetividade ao dicionário tricolor de Dorival. O time faz muitos passes laterais e peca pela falta de verticalidade. Contra o Flamengo, cria-se ainda a expectativa interessante sobre qual equipe tomará a iniciativa de ficar com a bola, uma vez que ambas costumam ter mais posse que os adversários.

Publicidade

Tabu e reencontro

O São Paulo também entra em campo precisando quebrar um tabu, porque perdeu os últimos seis duelos com o Flamengo. Desde a última rodada do Brasileirão de 2020, a equipe do Morumbi não sabe o que é bater os rubros-negros. Antes havia emendado uma sequência invicta de nove partidas no duelo, mas a maré é favorável aos donos da casa.

Leia também

Outra marca da partida será o reencontro de Dorival com o Flamengo. O técnico que levou o time aos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores de 2022 foi desligado no fim da temporada passada, apesar dos troféus.

Com Jorge Sampaoli na corda bamba diante das repetidas frustrações, o Flamengo tentará apagar as derrotas por 3 a 1 para o Olimpia e por 3 a 0 para o Cuiabá. Assim como o São Paulo, porém, o próximo compromisso com o Grêmio, pela Copa do Brasil, deve nortear as escolhas do treinador para a equipe titular.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.