Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Entre lesões e polêmicas, James Rodríguez não faz mais de 30 jogos desde a temporada 2019/20

Astro colombiano chega com expectativas altas no São Paulo; últimos anos foram marcadas por passagens relâmpagos por times

Futebol|Do R7


James Rodríguez é o grande reforço de 2023 para o São Paulo
James Rodríguez é o grande reforço de 2023 para o São Paulo

A tarde desta terça-feira marca o começo da parceria entre James Rodrígues e o São Paulo, isso porque ele será apresentado às 14h como o novo reforço do Tricolor. O meia colombiano, que estava sem clube, assinou até junho de 2025, com uma clausula de bônus interessante: a cada 16 partidas jogadas, ele receberá cerca de R$ 2 milhões além do salário dele.

Pode parecer muito, já que os times chegam a disputar mais de 70 jogos em uma temporada. No entanto, a efetividade não tem sido uma característica marcante de James nos últimos anos. 

As últimas fotografias de James em sua carreira ligam o alerta amarelo, em relação à expectativa sobre a sua passagem no clube do Morumbi.

Sem entrar em campo desde abril, quando disputou sua última partida pelo Olympiacos, antes de rescindir contrato com o clube grego, o colombiano não atua em mais de 30 jogos por temporada desde a edição 2018/19, quando atuava pelo Bayern de Munique, da Alemanha.

Publicidade

Confira os últimos anos de carreira do astro colombiano:

Temporada 2018/2019

Clube: Bayern de Munique

Publicidade
James durante partida do Bayern de Munique
James durante partida do Bayern de Munique

Em sua segunda temporada atuando por empréstimo no clube alemão, James não teve o mesmo desempenho no ano anterior, quando foi campeão alemão, sendo titular e com mais de 20 participações diretas em gols.

Com a chegada do treinador Nico Kovac, o atleta passou a ser reserva, tendo iniciado entre os titulares apenas 13 vezes no campeonato alemão. Na temporada, marcou sete gols e deu cinco assistências.

Publicidade

Durante a temporada, James perdeu mais de um mês após sofrere uma lesão no ligamento do joelho durante o treinamento.

Na época, o diretor do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge, revelou que o próprio James pediu que o clube não exercesse oi poder de compra, já que ele queria retornar ao Real Madrid, que o havia emprestado.

Temporada 2019/2020

Clube: Real Madrid

James (à esq.) no banco de reservas em jogo do Real Madrid
James (à esq.) no banco de reservas em jogo do Real Madrid

Apesar de ter sido especulado em gigantes europeus, James voltou ao clube espanhol, mas viu seu tempo em campo evaporar, e viveu tempos de ostracismo. O treinador Zinedine Zidane não contava com os serviços do colombiano, e isso ficou visível ao vermos os números dele.

Somando todas as competições, o meio-campista jogou apenas 14 jogos, marcando um gol e dando duas assistências.

Além da inatividade por opção técnica, o colombiano ficou mais de dois meses sem atuar, por uma série de lesões.

Temporada 2020/2021

Clube: Everton

Por uma bagatela de 22 milhões de euros, O Everton, da Inglaterra, anunciou a contratação do jogador, na época, com 29 anos, como o grande reforço da temporada.

Após atritos com treinadores e dirigentes em clubes anteriores, James reencontraria Carlo Ancelotti - o treinador italiano sempre foi um entusiasta do estilo de jogo do atleta, e pediu a contratação, na época.

Após um início arrasador no clube, principalmente nas rodadas iniciais do campeonato inglês, o colombiano foi gradativamente caindo de produção.

No entanto, o jogador teve bons números com o Everton, marcando seis gols e distribuindo oito assistências na temporada - sendo o vice líder no quesito.

Segundo dados do Transfermarkt, James perdeu 15 partidas por lesão durante sua temporada nos Toffees.

Ao final da temporada, Ancelotti, o seu fiel escudeiro, trocou o clube de Liverpool pelo Real Madrid.

Para o comando técnico, o Everton escolheu Rafa Benítez, mas o treinador espanhol não contava com o jogador para o restante da temporada.

Em agosto de 2021, já com a temporada iniciada, mas sem atuar, James causou polêmica entre torcedores ao dizer que “nem sabia com quem o Everton Jogava”, durante uma transmissão ao vivo.

Após muita indefinição, e com as principais janelas de transferências fechada, James foi obrigado a deixar o futebol europeu e aceitar oferta do Al Rayyan, do Catar, por valores não divulgados.

Temporada 2021/2022

Clube: Al Rayyan

No futebol catari, a passagem de James durou pouco mais de um ano.

Apesar das altas cifras recebidas, o jogador pagou o preço do esquecimento. Mesmo jogando em uma liga de nível técnico menor, atuou em apenas 14 partidas, marcando cinco gols e dando seis assistências.

O Al Rayyan fez campanha fraca no campeonato local, ficando na oitava posição - entre 12 times.

O jogador voltou ao foco das notícias após partir para cima de um juiz, ao reclamar de uma falta sofrida, em jogo contra o Al-Arabi, em novembro de 2021, e ser expulso pelo comportamento. James foi suspenso por três partidas.

Em setembro do ano passado, clube e jogador entraram em acordo para antecipar o final de contrato, que ia até 2024.

Temporada 2022/2023

Clube: Olympiacos

De volta a Europa, James assinou com o Olympiacos, da Grécia.

A passagem pelo futebol grego, no entanto, seguiu o padrão dos últimos anos. Poucos jogos, lapsos de bons momentos, e por fim, uma rescisão de contrato apenas oito meses após a sua chegada.

No total, foram 23 jogos, com cinco gols marcados e seis assistências.

Relação de James Rodríguez com o Brasil não começou com o São Paulo; confira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.