Brasileirão? E quem tira do Verdão?

O campeonato, emocionante, ainda pode surpreender

Me lembrei de uma marchinha de Carnaval… “Você para lá, eu para cá até quarta-feira”. Ah, a quarta-feira! Tudo vai terminar na quarta-feira… que será triste para alguns e de muita folia para outros.

Endrick e Zé Rafael, do Palmeiras

Endrick e Zé Rafael, do Palmeiras

Reprodução/Instagram

Tudo será decidido na 38ª rodada! A última. E este campeonato foi todo assim... emoção do início ao fim. Alegorias em campo, com lances incríveis e a fantasia de acreditar que a taça já estava na mão! E a de outros, que não imaginavam que era possível chegar à disputa do título. Ah, sonhar ainda é para todos. Essa última rodada é da matemática. Depende dos resultados, depende do saldo de gols… depende da vontade de entrar em campo para vencer. Mas a gente sabe que, no futebol, nem sempre querer é poder.

Poderá o Palmeiras perder de 1 a 0 do Cruzeiro, que não cai mais? Será que o time de Ronaldo ajudaria o rival Atlético? O saldo de gols é absurdo. Será possível o Atlético Mineiro fazer tantos gols? 7 a 0 no Bahia em Salvador? E o Flamengo? Só 16 gols no São Paulo, time que superou o Rubro-Negro e foi campeão da Copa do Brasil? Creio que o Tricolor não vai dar esse espaço todo.

Acho que não é mais hora de fazermos contas… sim, temos que acreditar até o fim que tudo é possível e, é a esperança a última que morre. Mas não se esqueçam de que o bichinho esperança, de que tantos gostam porque traz sorte, tem cor… e é verde.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas