Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Gol Delas
Publicidade

Atletas de Palmeiras e Corinthians protestam contra técnico do Santos após denúncias de assédio

Jogadoras se manifestaram antes do início dos jogos colocando a mão na boca; Kleiton Lima recebeu 19 acusações

Gol Delas|Camila JuliottiOpens in new window

Jogadoras do Palmeiras e do Avaí/Kindermann protestaram no início do jogo (Reprodução/CanalGOATBR)

As atletas do Palmeiras e do Avaí/Kindermann protestaram no início do jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro Feminino, na noite desta sexta-feira (12). O protesto aconteceu devido às denúncias de assédio envolvendo o treinador do Santos, Kleiton Lima, que foi oficialmente anunciado pelo clube nesta semana.

Durante e depois da execução do hino nacional, as jogadoras das duas equipes colocaram a mão na boca, e, as atletas que vestem a camisa 19 dos respectivos times ficaram de costas, fazendo alusão às 19 denúncias contra o treinador das Sereias da Vila.

Mais tarde, foi a vez das jogadoras do Corinthians aderirem ao mesmo protesto. Além das bocas tampadas com as mãos no início da partida, as Brabas voltaram a fazer o gesto na comemoração do primeiro gol contra o Santos na Vila Belmiro.

Atletas do Corinthians se manifestaram em jogo contra o Santos (Reprodução/Sportv)

Em coletiva de imprensa na última terça-feira (9). Thaís Picarte, gestora do time feminino do Santos, se posicionou a respeito das denúncias de assédio envolvendo o nome do novo treinador. Kleiton deixou o time em setembro do ano passado sob acusações anônimas de abuso moral e sexual por parte das jogadoras. A decisão do Santos causou revolta nas redes sociais.

Publicidade

“O clube apurou todas as informações, abriu-se uma um processo administrativo e eu pessoalmente como a atual gestora do departamento e como mulher apurei a fundo não só com as pessoas que aqui estão, mas com atletas que também saíram do clube”, declarou Thaís.

“Nada se foi provado, pelo contrário, são argumentos extremamente fracos, frágeis e que, enfim, trouxeram uma mancha desnecessária para a história dos Santos Futebol Clube. Um clube extremamente vitorioso e que fez muita história e faz a história dentro do futebol feminino”, completou.

Publicidade

Diante da declaração da diretoria do Santos sobre o caso, algumas jogadoras se posicionaram e disseram não terem sido procuradas para comentar o assunto. Uma delas foi Cristiane, atualmente jogadora do Flamengo, mas que estava nas Sereias da Vila na primeira passagem do treinador pelo clube. Leia a nota divulgada pela assessoria de Cristiane.

Cristiane disse em nota que não foi procurada pelo Santos (Reprodução/Instagram)



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.