Cosme Rímoli Vitória do coração, da alma do Flamengo. 4 a 3 sobre o Bahia

Vitória do coração, da alma do Flamengo. 4 a 3 sobre o Bahia

Apesar de jogar desde os nove minutos com um a menos, com expulsão infantil de Gabigol, o time de Rogério Ceni virou o jogo. Está a cinco pontos do São Paulo

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pedro foi fundamental para o Flamengo conseguiu a dramática vitória

Pedro foi fundamental para o Flamengo conseguiu a dramática vitória

Sergio Moraes/Reuters - 20.12.2020

São Paulo, Brasil

Vitória espetacular do Flamengo.

Com dez jogadores desde os nove minutos do primeiro tempo, o time perdia a partida contra o Bahia por 3 a 2. Mas conseguiu uma reviravolta de tirar o fôlego. Graças a Pedro.

Que marcou o empate e ainda deu um passe incrível para Vitinho, aos 44 minutos do segundo tempo.

E está a apenas cinco pontos do líder São Paulo.

Vitória que sacode o Campeonato Brasileiro.

A equipe carioca tem um jogo a menos. E ainda vai enfrentar o líder São Paulo.

Ou seja, terá seis pontos para disputar.

Gabigol quase sabotou o Flamengo.

O clube precisava vencer o Bahia, no Maracanã, para ficar a apenas cinco pontos do São Paulo.

Estava ganhando a partida por 1 a 0, gol de Bruno Henrique, aos cinco minutos de jogo. E atuando muito bem.

Mas quatro minutos depois, o atacante de 24 anos foi expulso por xingar o árbitro Flávio Rodrigues.

Deixou o time com dez jogadores, contra uma equipe comandanda por Mano Menezes, ex-treinador da Seleção Brasileira. O Flamengo até conseguiu marcar 2 a 0, com com de Isla.

Mas o Bahia voltou do intervalo muito mais consciente. Explorando a enorme vantagem de ter 11 jogadores contra dez.

Gilberto marcou dois gols. Bahia se aproveitava por ter um jogador a mais

Gilberto marcou dois gols. Bahia se aproveitava por ter um jogador a mais

Sergio Moraes/Reuters - 20.12.2020

O meia colombiano Ramírez teve excelente atuação.

Encontrou todos os espaços que o time carioca oferecia.

E o pior aconteceu com o Flamengo.

Ramírez, aos cinco minutos, deu drible desmoralizante em Natan, e chutou para as redes.

2 a 1.

O gol deu confiança e Mano Menezes adiantou ainda mais seu time, marcando a saída de bola do Flamengo. A partida parecia que estava sendo disputada na Fonte Nova.

A pressão deu resultado, até porque o Flamengo marcava muito mal. 

Aos dez minutos, Gilberto teve toda a liberdade para dominar a bola na entrada da área, ajeitar o corpo e chutar como quis. Bola indefensável para Diego Alves. 2 a 2, aos dez minutos.

O Bahia partiu de vez para o ataque.

E aos 13 minutos, em um mero escanteio, a defesa flamenguista ficou olhando e Gilberto cabeceou para o fundo do gol. Virada, 3 a 2.

Foi quando Rogério Ceni tratou de adiantar seu time.

A derrota seria uma tragédia para o clube carioca.

Ceni, desesperado. Mesmo com dez, mandou seu time para o ataque. Derrota seria caótica

Ceni, desesperado. Mesmo com dez, mandou seu time para o ataque. Derrota seria caótica

Sergio Moraes/Reuters - 20.12.2020

O jogo ficou aberto, imprevisível.

Até que Filipe Luís conseguiu se esticar e cruzar forte.

A bola passou pelo ótimo goleiro Douglas e chegou no peito de Pedro.

3 a 3, aos 36 minutos.

O jogo ficou dramático.

E, aos 44 minutos, Pedro deu um passe de calcanhar, espetacular, para Vitinho.

O atacante marcou.

4 a 3.

Virada!

Rogério Ceni comemora com Gerson a espetacular virada do Flamengo

Rogério Ceni comemora com Gerson a espetacular virada do Flamengo

Sergio Moraes/Reuters - 20.12.2020

Resultado que recolocou o Flamengo na briga pelo título.

E deixou o Bahia, em 16º, com os mesmos 28 pontos do Vasco, que está na zona do rebaixamento.

Pedro conseguiu consertar a bobagem de Gabigol.

Mostrou a vibração, a alma, o coração do clube mais popular do Brasil.

Virada com dez jogadores, por 80 minutos.

Inesquecível...

Últimas