Vergonha. Everson e Sasha deixam Santos. Falta de pagamento

Presidente duvidou que jogadores teriam coragem de usar seus direitos trabalhistas. E abandonar o clube por falta de pagamento. Errou feio...

Everson. Abandonou o Santos. Pronto para jogar, de graça, no Atlético de Sampaoli

Everson. Abandonou o Santos. Pronto para jogar, de graça, no Atlético de Sampaoli

Santos

São Paulo, Brasil

O presidente do Santos, José Carlos Peres, foi avisado.

O clube devia três meses de direito de imagem aos jogadores.

Não depositava o Fundo de Garantia para vários deles.

E ainda assim, decidiu, de forma arbitrária, reduzir 70% dos salários.

Criou a oportunidade para que atletas entrassem na justiça, usando como escudo a Lei Pelé, que prevê a liberação imediata para atrasos de três meses nos vencimentos dos jogadores.

Geralmente, eles costumam não ter coragem para comprar a briga.

Mesmos tendo razão.

Temem represálias de outros dirigentes, que não perderiam a confiança nesses jogadores, por medo que repitam a atitude também nos seus clubes.

Só que não foi o que aconteceu com Everson.

Um dos líderes do clube, não resistiu à possibilidade de sair, ir jogar no Atlético Mineiro, com Jorge Sampaoli, ter aumento. 

E ainda processar o Santos, cobrando R$ 7 milhões, por dívidas trabalhistas.

"Eu sou pai de família, tenho minhas responsabilidades e obrigações e fomos comunicados que teríamos um desconto de 30% em nossos salários, por conta da pandemia, nós jogadores estávamos dispostos a aceitar, porque sabíamos da situação que o mundo estava vivendo, porém faltando 2 dias para o pagamento fomos comunicados que teria um corte de 70% nos salários, não houve nenhuma explicação.

"Não há o recolhimento do FGTS faz algum tempo e já tínhamos 3 meses de imagem atrasados, antes mesmo da pandemia, ninguém da diretoria nos dá nenhuma satisfação", publicou Eduardo Sasha, em nota oficial.

Sasha. "Sou um pai de família", explica. Abandonou o clube por falta de salário

Sasha. "Sou um pai de família", explica. Abandonou o clube por falta de salário

Santos

O atacante, aos 28 anos, tem mercado no Brasil e no Exterior.

Pode ir até para o Atlético Mineiro.

Também de graça.

O presidente José Carlos Peres está com medo.

Há a possibilidade que outros atletas abandonem o clube.

Por isso, o dirigente busca empréstimo para pagar os salários atrasados.

Peres já estava revoltado com a ida do atacante de 19 anos Yuri Alberto, que foi para o Internacional, virando as costas para a assinatura de um novo contrato com o Santos.

A revolta dos conselheiros do Santos com Peres é enorme.

As contas do clube em 2019 foram reprovadas.

Haverá uma reunião para decidir se haverá o pedido de impeachment contra o presidente.

Peres nunca esteve tão ameaçado de perder seu cargo.

A debandada de Everson e Sasha pode ter sido a gota d'água.

O Santos vive situação constrangedora...

Com dupla do PSG, confira maiores contratações do século