Cosme Rímoli Vasco descobre que Sá Pinto não é Jesus. E demite o português

Vasco descobre que Sá Pinto não é Jesus. E demite o português

Bastaram 15 partidas e mergulhado na zona do rebaixamento, a diretoria do Vasco demite Pinto Sá. E negocia com Zé Ricardo

  • Cosme Rímoli | Do R7

Pinto Sá foi aconselhado a não aceitar assumir o Vasco no meio da temporada

Pinto Sá foi aconselhado a não aceitar assumir o Vasco no meio da temporada

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Sá Pinto pagou o preço por sua impulsividade.

O português aceitou assumir um elenco fraquíssimo.

Com a temporada em andamento.

Confessou que recebeu conselhos para não aceitar.

Se arriscou.

E acabou sumariamente demitido do Vasco, hoje pela manhã.

Sem piedade.

Ou sem razão.

O resultado do trabalho improvisado do português é fraquíssimo.

Conseguiu três vitórias.

Empatou seis vezes.

E teve seis derrotas.

No Brasileiro, aproveitamento de 23%, de clube mais do que rebaixado.

O português de 48 anos havia assinado um contrato de risco.

Até fevereiro de 2021.

Sabia que haveria eleições no clube.

A esperança no seu trabalho era enorme por parte de Alexandre Campello.

Acreditou que poderia repetir o sucesso que o rival Flamengo teve com Jorge Jesus.

Mas o dirigente, com o clube mergulhado na zona do rebaixamento, decidiu telefonar para o recém-eleito Jorge Salgado, que assumirá o clube no próximo mês.

E ambos decidiram pela saída imediata de Sá Pinto.

A desculpa é a falta de adaptação ao futebol brasileiro.

Sá Pinto não tinha ideia da fragilidade do elenco que assumiu. Seu trabalho foi péssimo

Sá Pinto não tinha ideia da fragilidade do elenco que assumiu. Seu trabalho foi péssimo

Staffe Images/Conmebol

Mas na verdade a fragilidade tática do time é que pesou na demissão.

Foi assustador o comportamento do time contra o Athetico Paranaense.

O clube vai apelar para um treinador 'de ocasião'.

Ou seja, para assumir o clube, a princípio, até o final do Brasileiro.

E, depois, se submeter ao julgamento da nova diretoria.

Se segue ou não em São Januário.

Zé Ricardo. Barato. Desempregado. E conhece bem o Vasco

Zé Ricardo. Barato. Desempregado. E conhece bem o Vasco

Vasco

O nome de Zé Ricardo é o mais fácil.

Treinador que já conhece o clube.

Desempregado, barato e querendo voltar à elite do futebol brasileiro.

Sá Pinto correu todos os risco ao assumir o Vasco.

E perdeu...

Fred se aproxima do top 3 da artilharia da história do Brasileirão

Últimas