Cosme Rímoli Tite deixa claro. Brasil não admitirá, contra a Suíça, rodízio de pontapés nos seus jogadores. Como a Sérvia fez com Neymar

Tite deixa claro. Brasil não admitirá, contra a Suíça, rodízio de pontapés nos seus jogadores. Como a Sérvia fez com Neymar

Neymar foi o jogador que mais recebeu faltas em toda a primeira rodada da Copa. Foram nove. Não está com o tornozelo inchado e fora da fase de grupos à toa. Brasil vai tocar a bola mais rápido e pressionar arbitragem

  • Cosme Rímoli | Do R7

Sérvia fez rodízio de faltas sobre Neymar. Foram nove. Ligamentos do tornozelo rompidos

Sérvia fez rodízio de faltas sobre Neymar. Foram nove. Ligamentos do tornozelo rompidos

Molly Darlington/Reuters

Doha, Catar

Mais do que preocupado com as substituições de Danilo e Neymar, para a partida de amanhã, contra a Suíça, Tite está revoltado com algo muito antigo no futebol.

O rodízio de faltas que a Sérvia fez sobre Neymar. E que outras seleções podem fazer sobre os atacantes talentosos, velozes da seleção brasileira, como Vinícius Júnior, Raphinha, Rodrygo.

O rodízio significa vários jogadores fazendo, cada um deles, falta dura sobre um determinado atleta. Eles acabam escapando de cartões dos árbitros, mas prejudicando fisicamente o jogador adversário.

Foi o que Neymar sofreu diante da Sérvia.

Nove faltas.

E uma entorse violenta, com direito a rompimento dos ligamentos, que vai tirá-lo pelo menos das partidas contra Suíça e Camarões.

"Quero falar para todas as pessoas envolvidas no futebol. Se queremos premiar o espetáculo, temos de tomar cuidado com o rodízio de faltas.

"Não só contra o Neymar. Mas contra os grandes astros. 

"Há, sim, um rodízio de faltas. 

"Isso é fato e precisa ser proibido!"

Neymar publicou uma foto para tentar tranquilizar os seus mais de 240 milhões de seguidores nas redes sociais. Mostrou seu tornozelo direito. Mas a fotografia só trouxe mais insegurança. Seu tornozelo está muito inchado.

Tite inclusive não quis se comprometer com as palavras que disse após a partida diante da Sérvia, que Neymar ainda jogaria esta Copa. Se foi estratégia ou não, o fato é que o departamento médico da seleção segue preocupado com a situação do jogador.

Tite mostrou toda a sua ira contra a estratégia sérvia que acabou tirando Neymar da fase de grupos

Tite mostrou toda a sua ira contra a estratégia sérvia que acabou tirando Neymar da fase de grupos

Antonio Lacerda/EFE - 27.11.2022

E com Danilo, que também sofreu entorse. Mas no tornozelo esquerdo.

Tite chegou até a se desculpar dos atletas por não tê-los substituídos. Ambos ficaram jogando, mesmo depois das entorses. Neymar, por 11 minutos. E Danilo, cerca de 28 minutos, até o fim da partida.

Há duas soluções para evitar o rodízio.

E que o Brasil adotará.

Os mais talentosos seguirão tentando os dribles, as infiltrações, as tabelas inesperadas.

Mas Tite cobrará que soltem a bola muito mais rápido. Sem prendê-la a ponto de facilitar os choques como aconteceu com Neymar contra a Sérvia. Principalmente Vinícius Júnior e Raphinha.

A segunda maneira para evitar esse rodízio caberá à pressão que o time fará sobre Ivan Barton, árbitro de El Salvador, que trabalhará amanhã. Thiago Silva usará toda a sua experiência, aos 38 anos, para evitar nova sucessão de pontapés sobre um jogador da seleção.

A tristeza de Tite por não ter percebido a gravidade da contusão de Neymar foi real.

E ele não a escondeu.

"Ele estava lesionado, eu não vi que ele estava lesionado, não tivemos essa informação e reafirmo o que foi feito pós-jogo. Não reparei que estava lesionado. A informação não chegou, e ele procurou seguir no jogo até o momento que cai e relata que sentiu o tornozelo.

"Ele já estava fazia11 minutos sofrendo com o impacto, que não foi maldoso, foi do jogo. Teve um lance de uma falta frontal que foi dura, que eu fiquei avaliando", lamentava.

Neymar e Danilo estão fazendo exercícios, com os pés imobilizados, para não perder a forma física. A recuperação dos ligamentos rompidos depende do organismo de cada um. E da intensidade das contusões, que o médico Rodrigo Lasmar fez questão de não deixar clara.

A possibilidade de retorno de Danilo é mais rápida do que a de Neymar.

Tite disfarça, mas segue muito preocupado.

Sabe que não depende de Neymar, como em 2018.

Mas tem noção de quanto ele ainda é importante para a seleção.

O time com ele tem muito mais respeito dos adversários.

Veja como ficou tornozelo de Neymar após estreia do Brasil na Copa

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas