Cosme Rímoli Tite assume a incoerência ao convocar Daniel Alves. 39 anos, dois meses sem jogar. Para agradar ao grupo. E controlar Neymar

Tite assume a incoerência ao convocar Daniel Alves. 39 anos, dois meses sem jogar. Para agradar ao grupo. E controlar Neymar

A convocação mais injusta desde que Tite assumiu a Seleção Brasileira. Nem jogando, Daniel Alves está. Quando estava, no Pumas, foi xingado pela própria torcida. Vive a pior fase na carreira, aos 39 anos

  • Cosme Rímoli | Do R7

Daniel Alves. Chegará à Copa do Mundo dois meses sem entrar em campo. Aos 39 anos, pior fase da carreira

Daniel Alves. Chegará à Copa do Mundo dois meses sem entrar em campo. Aos 39 anos, pior fase da carreira

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

"Que referência é o Twitter, com [relação aos] milhões de torcedores que temos [no Brasil]? Não vim aqui para agradar mídias sociais. É um público que não sei o percentual que é do total", apontou.

"Não estou aqui para convencer, não quero. Quero dar dados informativos, verdadeiros, para que pessoas façam sua análise e tenham sua opinião.

"Nosso papel é passar informação, opinião é de cada um.

"Mesmo essa parcela [das redes sociais] que é diminuta."

A convocação de Daniel Alves mereceu todo questionamento. Não só nas redes sociais. Tite mostrou toda sua incoerência. 

Desde que assumiu em 2016, o treinador vinha garantindo aos quatro ventos que só convocaria os jogadores que estivessem no melhor momento da carreira.

Daniel Alves, aos 39 anos, nunca jogou tão mal. 

A ponto de ser xingado, ridicularizado no México. 

Ele está sem jogar futebol há mais de um mês. Só está fazendo exercícios físicos e treinando no Barcelona B.

Situação mais que constrangedora para o treinador.

A explicação para a chamada do jogador não está no futebol atual.

A última vez que ele teve boas atuações pela Seleção Brasileira foi em 2019, com a conquista da Copa América. 

São três anos de decadência. No São Paulo, Barcelona e Pumas.

Não há explicação plausível.

O que Tite quis foi "ganhar o grupo". Levar para o Catar um líder de vestiário. O único jogador que Neymar respeita.

Daniel Alves pode ser o atleta com mais títulos do futebol mundial, mas chegará ao Mundial dois meses sem entrar em campo para disputar um jogo, já que o Pumas foi eliminado precocemente do Campeonato Mexicano.

A "explicação" dada por Tite foi vazia.

"O critério do Daniel Alves é o critério de todos. Ele premia qualidade técnica individual, premia seu aspecto físico e traz seu aspecto mental. Tal qual os outros. Alguns com mais de uma qualidade, outros com mais de outra."

E, mesmo com o Brasil tendo um atacante driblador, talentoso, como Raphinha na direita, é óbvio que a participação do lateral direito será fundamental. Como em todo futebol moderno no mundo.

Mas o técnico tratou de disfarçar.

"Os laterais na equipe brasileira não atuam como pontas. São laterais construtores. E a qualidade técnica que ele empresta nesse sentido é impressionante. Não vai ter 60, 70 metros de ida e volta."

Ou seja, tudo o que Tite fez foi defender o jogador de 39 anos.

O treinador poderia deixar Daniel Alves de lado e apostar em mais um meio-campista.

Daniel Alves, sempre defensor de discursos intermináveis, se limitou a colocar nas suas redes sociais a palavra "convocado".

Ele sabe que a sua ida para a Copa do Mundo é injusta e baseada no passado vitorioso. Não no futebol que vem mostrando nos últimos três anos.

É a aposta mais ousada de Tite.

Ou ele vai lamentar ou comemorar abraçado com Daniel Alves.

O treinador tinha plena certeza das ironias e protestos que a convocação iria provocar.

O técnico preferiu tentar minimizar as redes sociais.

E apostar no esquecimento.

Mas ninguém se esquecerá do jogador mais velho brasileiro a ir para um Mundial.

Por um simples motivo.

Porque muita gente acreditou nas palavras de Tite, ao assumir a Seleção.

Ele mudou muito nos seis anos da CBF...

Com Daniel Alves: conheça os convocados para seleção brasileira

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas