Cosme Rímoli Tiago Nunes se queima de vez. Com Andrés, não volta mais ao Timão

Tiago Nunes se queima de vez. Com Andrés, não volta mais ao Timão

Treinador demitido disse que acreditava que teria reforços milionários como Flamengo e Atlético. Enquanto tiver poder, Andrés não o quer no Corinthians

  • Cosme Rímoli | Do R7

São Paulo, Brasil

A direção do Corinthians não gostou das primeiras declarações de Tiago Nunes, depois de demitido.

Principalmente o homem que o convenceu a não renovar com o Athletico Paranaense, clube que dominava. 

Andrés Sanchez.

Ele acreditava que Nunes iria se defender, até porque sua primeira experiência em um grande time do eixo Rio-São Paulo foi péssima, diante da expectativa. Mas não que iria negar o óbvio. Insinuar que acabou enganado, que ousou sonhar em ter no elenco contratações com 'nível europeu'. E que não sabia da grave crise financeira.

"Não sabia das dificuldades financeiras. Teve o agravante da pandemia. Acabou dificultando muito o trabalho da direção, que se esforçou para trazê-los. Muitos foram oferecidos, mas precisávamos de nível europeu", afirmou à ESPN.

E foi por isso que despachou, sem dó, Ralf e Jadson.

"Claro que poderiam ser úteis. São atletas de qualidade. Com a bagagem que tem, poderiam ser úteis. Mas ser útil é pouco para o Corinthians.

"Pensava em jogadores para serem titulares do Corinthians, do Manchester City, Real Madrid, Flamengo... "

Andrés e o diretor de futebol, na passagem de Tiago, Duílio Monteiro Alves, cansaram de dizer publicamente que o elenco iria ser reformulado, mas que não havia condições financeiras de grandes investimentos. E que trariam promessas ou jogadores de baixo custo.

"Muitos foram oferecidos, mas precisávamos de nível europeu", confessou Tiago.

Inacreditável essa postura alienada de Nunes.

As contas do clube eram divulgadas diariamente pelos veículos de comunicação. Inclusive com o balanço corintiano.

Além disso, os atrasos saláriais de dois, três meses deveriam servira de parâmetro para o treinador perceber que não havia dinheiro para seus 'sonhos europeus'.

Ele foi contratado para apostar na jogadores da base e jogadores 'baratos', com exceção de Cássio, Fagner e Luan.

Andrés queria o mesmo desenho tático do Athletico que, com Tiago, venceu a Copa do Brasil e a Sul-Americana. E, principalmente, com a mesma intensidade. Time aplicado, marcando sob pressão, correndo o tempo todo, preenchendo os espaços. Empolgando a torcida.

Tiago Nunes no Athletico. Time excelente taticamente. E cumplicidade com jogadores

Tiago Nunes no Athletico. Time excelente taticamente. E cumplicidade com jogadores

Reprodução/BP Filmes

Mas Tiago não conseguiu nada disso.

A começar pela vergonhosa eliminação da pré-Libertadores, na arena corintiana, para o Guarany do Paraguai. A competição era vista como desafogo financeiro do clube.

Tiago insistiu que foi por falta de jogadores melhores. E cita Atlético Mineiro e Flamengo, que gastaram mais de R$ 100 milhões na montagem de seus atuais elencos.

"Posso afirmar com convicção que não consegue mudar o processo dessa magnitude só com ideias, precisa de mudança dos atletas, de todos que executam. Se não consegue mudar, conduzir o atleta, tem que mudar o atleta e isso não é possível.

"Não conseguimos mudar de maneira significativa a características dos jogadores. Seria necessário mais tempo ou contratações maiores. Atlético-MG, por exemplo, com mudança radical de jogadores. Flamengo contratou e fez campanha importante."

Fica difícil acreditar que Tiago acreditou que teria um elenco de R$ 100 milhões no Corinthians de 2020, com 180 processos, dívidas que beiram R$ 1 bilhão, de acordo com o candidato a presidente, Mario Gobbi.

Para irritação maior de Andrés, Tiago fez questão de relembrar que o Corinthians não ficou mal nas suas mãos. Principalmente no Brasileiro.

"Posso falar por esse ano, mas são dois anos de dificuldades no Brasileirão. Foi 13º e 8º. Não é agora.

"Fomos vice-campeões paulistas sem fazer muita força. Nos preocupamos mais em não sofrer gols e vamos para a final do Paulista.

"O Paulista não é um grande referencial para o resto. Corinthians vem remando, fazendo apostas com uma base de jogadores experientes dentro do clube, mas precisa de um up a mais para disputar títulos."

Andrés já ficou irritado com a eliminação na Pré-Libertadores. Mas segurou Tiago Nunes

Andrés já ficou irritado com a eliminação na Pré-Libertadores. Mas segurou Tiago Nunes

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Tiago Nunes tem mais R$ 1,2 milhão para receber, depois da sua demissão sumária do Corinthians.

Ele recebia R$ 400 mil mensais. Faltam os salários de outubro, novembro e dezembro.

Mas pela reação de pessoas muito ligadas a Andrés, serão os últimos reais que receberá do clube, enquanto o atual presidente tiver influência no Parque São Jorge.

O presidente, já havia ficado decepcionado, com a falta de rumo de Tiago Nunes, da sua péssima relação com o grupo, que nem se abalou com sua saída.

Os jogadores se sentiram desrespeitados, expostos por Tiago.

Fora sua postura agressiva, hierárquica, lembrando até a estrutura militar, que só afastou os atletas, não permitiu qualquer cumplicidade.

Agora também com a desculpa para o seu fracasso de que não teve reforços como o Flamengo ou Atlético Mineiro, enterrou de vez a chance de retornar ao Corinthians.

E com direito a veto...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Quem é Fernando? Jogador está no centro da prisão de amigo na Rússia

Últimas