STJD acaba com a farra do Fla. Transmissão só do Flu

Uma hora antes do início da decisão da Taça Rio, o STJD trava a absurda liminar que dava o direito de transmissão ao Flamengo. Só o Flu mostra a final

A uma hora do início do jogo, justiça, decência. Transmissão, só do Fluminense

A uma hora do início do jogo, justiça, decência. Transmissão, só do Fluminense

FluTV

São Paulo, Brasil

O vexame que virou a final da Taça Rio 2020 seguiu até uma hora antes da partida.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva derrubou, às 20h30, a absurda decisão do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, que dava ao Flamengo o direito de transmitir a decisão, apesar de não ser mandante do Fla-Flu.

O presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, travou a farra da direção flamenguista, fortíssima nos bastidores.

"Pelo exposto é que defiro em parte a liminar vindicada, suspendendo os efeitos da decisão proferida pelo TJD-RJ, mantido, pois, o mando de campo, exclusivamente, em favor do Fluminense, conforme estabelecido no regulamento da competição."

E Salomão foi além.

Afirmou que a decisão do relator José Jayme Santoro "viola a ordem processual prevista no CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) e os princípios comezinhos do direito desportivo".

Com a decisão, uma hora antes do jogo, a diretoria do Fluminense confirmou que seu time entraria em campo.

E que a transmissão aconteceria apenas por seu canal no Youtube, o FluTV.

Não cobrando, como o Flamengo queria.

Mas de forma gratuita.

A direção do Fluminense levou em conta a pandemia e os mais de 12 milhões de desempregados do país.

Não quis se aproveitar de o país estar sem futebol.

No pior Campeonato Carioca de todos os tempos, disputado no auge da pandemia do coronavírus no país, vale lembrar.

A dona do direito de transmissão pela TV aberta, a Globo entrou na justiça para não mostrar a final.

Por se sentir traída pela Ferj, que permitiu que o Flamengo transmitisse seu jogo contra o Boavista.

A diretoria do Flamengo estava, à tarde, comemorando ter vencido a Medida Provisória 948, que ela mesmo conseguiu junto ao presidente Bolsonaro, e que reservava o direito de transmissão ao mandate do jogo, quando não há contrato com nenhuma TV.

O mando da final era do Fluminense, que ganhou o sorteio na Ferj.

Mas a esperta diretoria do Flamengo conseguiu uma breve virada de mesa.

Só que o STJD resgatou a decência.

E impediu a transmissão indevida pela FlaTV.

O Campeonato Carioca de 2020 é vergonhoso...

Há seis anos, Brasil era goleado pela Alemanha! Confira memes do 7 a 1