Cosme Rímoli Salário baixo. Garantia, por enquanto, de Mancini

Salário baixo. Garantia, por enquanto, de Mancini

Treinador recebe muito abaixo de medalhões. Isso acalma a diretoria. Mas a pressão cresce por sua demissão no Corinthians. Clássico contra o São Paulo terá um grande peso

  • Cosme Rímoli | Do R7

Mancini sabe. A vitória contra o São Paulo, domingo, se tornou obrigatória

Mancini sabe. A vitória contra o São Paulo, domingo, se tornou obrigatória

Rodrigo Coca/Corinthians

São Paulo, Brasil

"Eu tenho o respaldo da diretoria."

Essa foi o escudo de Vagner Mancini ao ter de explicar a derrota do Corinthians, em plena Neo Química Arena, contra o Peñarol, por 2 a 0, ontem.

Resultado que ameaça de forma real a sequência do clube na Copa Sul-Americana. 

A queda já tem um preço claro: o clube deixaria de lutar por mais R$ 31,9 milhões.

A eliminação na fase de grupos da competição premia o clube com 900 mil dólares, cerca de R$ 4,8 milhões. São 300 mil dólares por jogo em casa.

O time de Mancini empatou em 0 a 0 com o River Plate, lanterna do Campeonato Paraguaio. E perdeu para o Penãrol, na Neoquímica Arena, por 2 a 0.

Na Sul-Americana, apenas o líder de cada grupo se classifica. O Corinthians tem um ponto em dois jogos, enquanto o Peñarol tem seis. E o River Plate, quatro. O Sport Huancayo do Peru é o laterna, com duas derrotas.

Mancini foi contratado o ano passado, em outubro de 2020, para salvar o clube que estava seriamente ameaçado do rebaixamento no Brasileiro.

Conseguiu.

E teve a promessa de reforços em 2021.

O dinheiro não chegou e ele segue com um elenco limitado, que segue jogando futebol instável, não passa confiança.

O presidente Duílio Monteiro Alves pediu paciência aos torcedores organizados, a quem recebe, com frequência, no Parque São Jorge.

Mas ouviu dos comandantes das principais organizadas que não há mais confiança em Mancini.

O Corinthians está jogando muito mal.

Renato Gaúcho custa mais de três vezes o salário de Mancini: R$ 900 mil

Renato Gaúcho custa mais de três vezes o salário de Mancini: R$ 900 mil

Grêmio

Mancini se mostra preso a atletas de renome, e de grande liderança no elenco, mas que estão muito mal.

O maior exemplo é Jô.

Aos 34 anos, ele segue sem mobilidade, sem auxiliar efetivamente o time.

A pressão pela demissão sumária de Mancini nunca esteve tão alta.

O clássico de domingo, contra o São Paulo, pode ter um grande peso na sobrevivência do treinador.

Ele, a princípio, planejava colocar o time B, o que venceu o Santos, contra o São Paulo.

A partida está marcada para este domingo, em Itaquera.

Mancini sabe o alto potencial da rivalidade.

O time de Hernán Crespo vem de oito vitórias consecutivas.

Derrotá-lo seria até questão de sobrevivência, ganhar sossego para seguir trabalhando.

Outro resultado negativo em casa poderia ser perigoso, inflamável.

Mancini está abalado.

Tem a desculpa que o time está bem no Paulista, vai jogar classificado antecipadamente para as quartas de final do Estadual.

Mas ele foi jogador, dirigente e hoje é técnico.

Sabe muito bem o peso do clássico, para os dois lados.

E que seu trabalho já é questionado.

Independente de não ter recebido os sonhados reforços, por conta da crise financeira corintiana.

Por outro lado, a diretoria sabe que não há como sonhar com Renato Gaúcho, Felipão, mesmo Fábio Carille, que deve voltar do mundo árabe em maio.

Mancini recebe R$ 280 mil mensais.

Salário considerado baixo para um clube com a dimensão do Corinthians.

O treinador aceitou como investimento na carreira.

A insistência de Mancini com Jô prejudica o treinador. Atacante de 34 anos segue muito mal

A insistência de Mancini com Jô prejudica o treinador. Atacante de 34 anos segue muito mal

Corinthians

E tinha a certeza que, com o novo acordo entre o clube e a Caixa Econômica Federal sobre o pagamento do estádio, em 2021, haveria mais dinheiro para reforços.

Só que o acordo envolve a volta do público nos estádios.

O clube em vez de pagar 100% da bilheteria para pagar por sua arena, passará a bancar 70%. 30% ficará ao clube. 

Só que a pandemia não permite ainda a volta dos torcedores.

Esse é o impasse que atormenta Mancini.

E os dirigentes.

A situação está complicada.

A vitória contra o São Paulo se tornou obrigatória...

CR7 compra apartamento de R$ 47 milhões, o mais caro de Lisboa

Últimas