Cosme Rímoli Saída da Libertadores e debandada. Medo do Santos: perder Marinho

Saída da Libertadores e debandada. Medo do Santos: perder Marinho

A eliminação ontem da Libertadores, o elenco fraco, as saídas de Soteldo, Lucas Veríssimo, Pituca. O esquecimento da Seleção. Diretoria teme não ter como segurar Marinho

  • Cosme Rímoli | Do R7

Sem Libertadores, sem Seleção, com elenco fraco. Santos pode perder sua última estrela

Sem Libertadores, sem Seleção, com elenco fraco. Santos pode perder sua última estrela

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

O único brasileiro eliminado da fase de grupos da Libertadores. Com uma campanha ridícula. Em seis jogos, duas vitórias. Quatro derrotas. 

A de ontem, diante do Barcelona de Guayaquil, por 3 a 1, foi constrangedora. O time escapou de uma goleada.

Eliminado das oitavas do Campeonato Paulista, o clube teve de decidir com o São Bento quem seria rebaixado.

Cuca foi o primeiro a vislumbrar que a temporada tinha todos os ingredientes para ser péssima. E tratou de avisar os dirigentes que não ficaria.

Ariel Holan veio da Argentina e ficou apenas 12 jogos. Desistiu diante da perspectiva.

Estava certo, evitou a partida decisiva com o São Bento, para definir qual clube seria rebaixado no Campeonato Paulista.

Do time vice da Libertadores de 2020, Lucas Veríssimo, Pituca e Soteldo foram vendidos. O elenco é muito fraco, com excesso de garotos. Não há dinheiro.

Kaio Jorge também quer sair.

O Santos deve mais de R$ 550 milhões.

Não há perspectiva de grandes contratações.

Elas serão baratas.

Como Paulo Henrique Ganso, reserva do Fluminense, e que fará 32 anos em outubro, que o clube está tentando.

Santos eliminado pelo Barcelona de Guayaquil. Vexame na Libertadores

Santos eliminado pelo Barcelona de Guayaquil. Vexame na Libertadores

Marcos Pin/EFE 26.05.21

Fernando Diniz foi contratado para evitar o rebaixamento no Brasileiro.

Diante desse cenário, vem o grande medo da direção.

O de Marinho ir embora.

O jogador sabe da gigantesca responsabilidade que acabou herdando.

Ele é a última estrela na Vila Belmiro. 

Marinho tem contrato até o final de 2022.

Mas não vive a expectativa de grande revolução financeira do clube, para formar uma grande equipe.

Fernando Diniz ouviu do presidente Andres Rueda, que terá de se conformar em ter de apostar na base. Já não havia a menor certeza se Marinho seguiria, quando o ex-treinador do São Paulo assinou contrato.

Agora, ainda mais, devido à fragilidade do elenco.

A ausência de Marinho no embarque do time para o Equador, na segunda-feira, pegou a imprensa santista de surpresa. No jogo decisivo de Guayaquil, ele seria fundamental. O jogador teve lesão de grau 1, contra o Palmeiras, no dia 6 de maio. A contusão de grau 1 costuma levar, no máximo, dez dias. Mas, mesmo depois de vinte dias, ele não entrou em campo.

Soteldo, grande companheiro de Marinho, foi para o futebol da América do Norte

Soteldo, grande companheiro de Marinho, foi para o futebol da América do Norte

Toronto

O que só aumentou a desconfiança de jornalistas que acompanham o dia-a-dia no Santos, que ele também quer ir embora. 

Fernando Diniz tentou, sem sucesso, desviar o foco do seu principal jogador.

"O Marinho, desde minha chegada, vem se empenhando muito no tratamento, nos treinamentos. Está cada vez melhor. Em breve vai estar nos ajudando. Tem treinado continuamente, tratado, e foi melhor ainda resguardá-lo nesse momento porque existe um risco iminente de lesão."

O Santos jogava ontem sua última chance de seguir na Libertadores. O risco de contusão seria contornável. Mas a eliminação santista, não.

Foi muito estranha a ausência do atacante ontem.

Há sondagens pelo eficiente atacante de 30 anos.

No dia 14 de abril, o jogador que voltou ao Santos, depois de passagem relâmpago quando tinha 17 anos, fez uma declaração de amor ao clube, no seu Instagram.

"Obrigado por acreditar sempre no meu trabalho, gratidão desde do 1 dia que coloquei esse manto, eu me dedico ao limite e com prazer para vencer e continuar vendo o SANTOS cada dia mais Vencedor e seguindo fazendo história

Continuarei sendo o Melhor de mim aqui até o último dia do meu contrato, pois quero sair realizado de ter doado o melhor de mim até o fim. No Hino diz: Dando o sangue com amor."

Desde então, usou seu Instagram para anunciar chuteiras Puma e homenagear o MC Keavin.

E só.

Silêncio. 

Clubes árabes já sondaram o jogador no início do ano. Também é observado por equipes norte-americanas. E japonesas. O Atlético Mineiro já o quis quando Jorge Sampaoli era o treinador.

A desilusão da final da Libertadores de 2020. Santos eliminado ontem na fase de grupos

A desilusão da final da Libertadores de 2020. Santos eliminado ontem na fase de grupos

Reprodução/instagram

Marinho tem um preço.

Sua multa é de 15 milhões de euros, cerca de R$ 97 milhões. 

Rueda diz que só aceita negociá-lo pelo total da multa. Mas empresários acreditam que esse valor pode cair pelo menos um terço, por conta da dívida santista. E por Marinho já ter 30 anos.

O grande trunfo para manter o atacante, o Santos não tem.

Tite o esquece, não o quer na Seleção Brasileira.

A eliminação da Libertadores pode ter um peso enorme para Marinho.

E definir a saída do melhor jogador santista...

Romário na Olimpíada? Relembre craques que já disputaram os Jogos

Últimas