Richarlison ficará em Porto Alegre. E a euforia de Gabriel Jesus

O atacante detectado com caxumba ficará em Porto Alegre. Poderá perder o resto do torneio. E Gabriel Jesus comemorava o pênalti decisivo

Gabriel Jesus, Richarlison, Tite, Neymar, Messi, Brasil, Paraguai

Alisson comemora com Gabriel Jesus, o pênalti decisivo

Alisson comemora com Gabriel Jesus, o pênalti decisivo

CBF

Porto Alegre, Brasil

Foi muita coragem.

Quando o jogo acabou 0 a 0, Tite confessou que se afastou.

"Eu sou muito pé frio em pênaltis", assumiu aos jornalistas.

Deixou para seu auxiliar Cléber Xavier conversar com os jogadores e perguntar quem estava pronto para cobrar.

E o primeiro a se oferecer foi Gabriel Jesus.

Justo ele que havia perdido o pênalti na partida anterior, contra o Peru. 

A memória estava fresca para quem acompanha a Seleção.

Mas Cléber e Tite o apoiaram.

Não só permitiram que cobrasse, como fosse o último batedor da série de cinco. Poderia ser o carrasco ou o herói da decisão.

"Eu devia isso para mim mesmo. Estava pu... comigo. Porque eu sei que sou um bom cobrador de pênaltis. Mas do meu jeito. Não foi como cobrei contra o Peru. Que escolhi um canto e chapei.

"Contra o Paraguai fiz como sei. Corri para a bola olhando para o goleiro. Vi que ele se atirou para o canto esquerdo. E só coloquei no direito. É assim que cobrei a minha vida inteira", dizia feliz.

O destino ajudou Gabriel Jesus.

Se Richarlison estivesse saúdavel e não com caxumba, ele teria entrado no lugar do atacante do Manchester City, que durante o jogo esteve muito mal. Foi o pior do Brasil.

Richarlison ficará em Porto Alegre

Em relação à situação de Richarlison, o médico Rodrigo Lasmar detalhou o que acontecerá com o jogador.

"Está decidido. Ele ficará aqui em Porto Alegre, não viajará com a Seleção para que no avião não possa infectar ninguém. Todos que ainda não tomaram a vacina contra caxumba vai tomar.

"Não há uma previsão exata em relação à recuperação de quem apresenta os sintomas da doença. Veja bem, não sou infectologista, sou ortopedista, mas me informei. 

"O Richarlison já deveria estar com caxumba há cerca de duas semanas, só que a doença não se manifestou. E quando ela se manifesta pode levar entre cinco, sete dias para que, a pessoa apenas repouse e se alimente bem, naturalmente o organismo reaja.

Richarlison ficará em Porto Alegre. Chances são nulas de voltar na Copa América

Richarlison ficará em Porto Alegre. Chances são nulas de voltar na Copa América

CBF

"Nós sabemos que o prazo é muito curto para o final da Copa América. Mas vamos manter a esperança que ele se recupere a tempo de jogar ainda pelo Brasil.

"Só que cada organismo é diferente.

"Como é que não sabíamos que ele não tomou vacina contra caxumba? Ele pode ter tomado muito jovem e o Richarlison ter precisado de uma nova dose. E não tomou."

Richarlison participou da preleção de Tite por Skype. Ficou de longe, do hotel que serve como concentração do Brasil, as orientações do treinador como jogar contra o Paraguai.

Essa situação será mantida até o final da Copa América.

Neymar na arena do Grêmio

O atacante cortado da Seleção por ruptura dos ligamentos no tornozelo direito, esteve assistindo à partida do Brasil. Ao lado do surfista e seu grande amigo, Gabriel Medina, esteve no camarote especial do estádio.

O jogador viu a vitória do Brasil ao lado do presidente da CBF, Rogério Caboclo, e do presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez.

Após a partida, Neymar e Medina tinham convite para uma festa em uma badalada casa noturna de Porto Alegre...