Cosme Rímoli Presidente do Corinthians segura Mano. E manda comprar Matheuzinho e buscar, por empréstimo, Pablo. Sonhando com Claudinho

Presidente do Corinthians segura Mano. E manda comprar Matheuzinho e buscar, por empréstimo, Pablo. Sonhando com Claudinho

Augusto Melo, pressionado pela derrota do Corinthians para o São Paulo, colocando fim a um tabu de dez anos, quer manchetes positivas. Como a Premier League interessada em Yuri Alberto e Pedro Raul apresentado

Pedro Raul teve passagem pífia pelo Toluca. Diretoria quer apresentá-lo como 'grande artilheiro'

Pedro Raul teve passagem pífia pelo Toluca. Diretoria quer apresentá-lo como 'grande artilheiro'

Reprodução/Gazeta Esportiva

São Paulo, Brasil

Contratar Matheuzinho, Pablo.

Apresentar Pedro Raul.

E valorizar Yuri Alberto, chamado de 'burro' por Mano Menezes.

Atordoado com tanta pressão, desde que assumiu o controle do Corinthians, o presidente Augusto Melo precisava tentar desviar o foco de tantas decisões precipitadas, beirando o amadorismo.

29 dias bastaram para que o dirigente compreendesse a responsabilidade de cada decisão.

As dispensas, contratações e a manutenção de Mano resultaram em um time em crise.

Melo decidiu, após a derrota para o São Paulo, em plena Itaquera, manter o treinador, apesar dos péssimos resultados, das ofensas do técnico aos jogadores.

A multa de R$ 20 milhões é um obstáculo enorme.

O dia foi intenso.

O executivo Fabinho colocou em prática o que cansou de ver no Flamengo.

Para calar as críticas por derrotas marcantes, nada melhor do que contratações.

E nada melhor do que negociar com o clube que deixou para trabalhar no Parque São Jorge.

Tratou de conversar com o vice-presidente de futebol, Marcos Braz.

Com a permissão do aflito Melo, igualou a proposta feita pelo Botafogo, pelo lateral Matheuzinho: 4 milhões de euros, cerca de R$ 21 milhões. 

E aproveitou para pedir o zagueiro Pablo por empréstimo.

O atleta de 32 anos não está nos planos de Tite para a temporada.

Ele recebe salário alto para um reserva: R$ 600 mil.

E tem contrato até 2025.

Fabinho avisou Braz que o Corinthians banca 100% dos salários, até o fim desta temporada.

A direção rubro-negra queria recuperar pelo menos parte dos R$ 21 milhões que gastou com o jogador que não deu certo na Gávea.

As duas negociações estão avançadas.

Empresários, que negociam com o futebol russo, tentam um atleta que já chegou a acertar as bases com o Palmeiras, com o Flamengo. E teve de aceitar o Zenit barrar as negociações.

Claudinho.

Aos 27 anos, o meia segue muito valorizado na Rússia.

Mas não conseguiu jogar nos gigantes europeus, como sonhava.

E há um ano a história é sempre a mesma.

Clubes brasileiros importantes, como Palmeiras e Flamengo, chegam a tratar com o estafe do atleta, mas fracassam com os dirigentes do Zenit.

Melo sabe: seria um trunfo enorme ter Claudinho, depois de frustrar os torcedores, anunciando aos quatro ventos, o interesse em Gabigol.

As negociações são complicadíssimas.

Claudinho está avaliado no mercado internacional em 18 milhões de euros, cerca de R$ 96 milhões, algo impensável para o Corinthians.

Mas o anúncio de interesse já é muito favorável à imagem de Melo.

Assim como a exploração de uma nota que o jornal inglês Telegraph: que o atacante Yuri Alberto interessaria ao Wolverhampton. A proposta seria de o empréstimo de seis meses. 

Só o jornal divulgou o interesse.

Dirigentes corintianos falaram 'em off' a jornalistas que o Corinthians disse 'não' e que só negocia o jogador de 22 anos, em definitivo.

Pouco importava, segundo a nota, se o atacante mostrasse bom futebol, poderia ser comprado por 15 milhões de euros, cerca de R$ 80 milhões.

Na Inglaterra, a direção do Wolverhampton não confirmou a proposta por empréstimo.

Mas as manchetes nos veículos de comunicação brasileiros foram ótimas.

Valorizaram um jogador que está mais do que desvalorizado.

E ofendido, chamado de 'burro' pelo próprio treinador corintiano.

Enquanto isso, Pedro Raul chegou a São Paulo.

A direção do Toluca aceitou 'em tempo recorde' a oferta de 5 milhões de dólares, R$ 24,7 milhões, pelo atacante.

O jogador foi muito mal no Mexico.

Marcou apenas quatro gols desde julho de 2023, quando foi comprado junto ao Vasco.

Ele será apresentado como grande artilheiro.

Capaz de ficar no lugar de Yuri Alberto.

O atacante cobiçado pela Premier League.

Mas que coleciona jejuns.

Como o de agora, nove jogos sem marcar um mísero gol...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas