Cosme Rímoli Pobre gigante Cruzeiro. Terceiro ano garantido na Segunda Divisão. Vergonha contra o CSA

Pobre gigante Cruzeiro. Terceiro ano garantido na Segunda Divisão. Vergonha contra o CSA

O esperto Vanderlei Luxemburgo já fala em 'obrigação em seguir na Segunda Divisão', tentando disfarçar o vexame de o terceiro ano consecutivo na Série B. O clube ontem foi humilhado pelo CSA

  • Cosme Rímoli | Do R7

'Fala, Zezé', ironia e raiva acumuladas por dois anos. CSA se vingou do Cruzeiro

'Fala, Zezé', ironia e raiva acumuladas por dois anos. CSA se vingou do Cruzeiro

Reprodução/Instagram CSA

São Paulo, Brasil

Para quem considera que as provocações no futebol fazem parte e não são levadas em consideração, não conhece o esporte e as relações humanas.

A diretoria, os conselheiros, os torcedores do Centro Sportivo Alagoano jamais esqueceram a ironia, a arrogância de Thiago Neves conversando com o ex-senador e dirigente do Cruzeiro, em novembro de 2019. 

'Se a gente não ganhar do CSA, pelo amor de Deus, né?!', ironizou o meia, mesmo com o condenado time caminhando para a Segunda Divisão. O clube mineiro não só perdeu para os alagoanos como foram mergulhar na Série B.

A irresponsabilidade e as suspeitas de corrupção dos dirigentes fez com que o clube bicampeão da Libertadores ainda esteja sendo investigado pela Polícia Federal. Enquanto isso, com dívidas de mais de um bilhão de reais, vive o seu pior momento da história. Estagnado, transformado em clube de Segunda Divisão. Com jogadores modestos, alguns veteranos e treinador sem espaço para trabalhar na Série A.

Mas o ódio dos alagoanos seguiu depurando. E veio à tona ontem, após a vitória do time nordestino, em plena Belo Horizonte, no confronto que os três pontos eram obrigatórios para o Cruzeiro de Vanderlei Luxemburgo.

O time perdeu de virada no estádio Independência.

Mais um vexame para a sua torcida, que estava no estádio.

Mal Yuri Castilho marcou 2 a 1, veio a forra, a raiva entalada na garganta há dois anos.

O jogador esticou o dedinho e o dedão, simulou que falava ao celular, e bastou dizer, com ódio e ironia, a primeira frase irresponsável de Thiago Neves. 

"Fala, Zezé."

Foi a senha para o limitado time cruzeirense tenta responder com socos e pontapés, após mais uma derrota, toda a frustração de um clube gigante sendo humilhado.

Raphael Sobis já havia sido expulso por reclamar, contestar, desafiar o árbitro Flávio Rodrigues de Souza. 

A lastimável confusão após a derrota para o CSA. Cruzeiro deverá ser punido no STJD

A lastimável confusão após a derrota para o CSA. Cruzeiro deverá ser punido no STJD

Reprodução/Premiere

Mas foi o volante Adriano que deu o grande vexame, não se contendo diante das provocações do lateral Cristovam. Eles trocaram socos. Foram separados. Mas Adriano não se conformou e tentou invadir o vestiário do CSA atrás de Cristovam. O que fez com que outros atletas dos dois times também começassem a se agredir.

Soldados da Polícia Militar tiveram de interferir, lançando gás de pimenta em direção aos jogadores. A confusão continuou no estacionamento do clube, situação caótica. 

Flávio Rodrigues de Souza, na súmula relatou o absurdo. E, além de Adriano, que foi expulso, após a partida, junto com Cristovam, o Cruzeiro deverá ser punido.

Os números frios apontam.

Com 31 pontos, o Cruzeiro está na 14ª posição entre 20 times. Está a 13 pontos do quarto colocado, justamente o CSA.  Quatro equipes se classificam para a Série A. E só a cinco pontos do Brusque, com 26 pontos, primeiro clube na zona do rebaixamento.

Já foram disputadas 26 rodadas, restam apenas 12.

Matemáticos apontam que o Cruzeiro, para subir, teria de vencer 11 partidas e empatar uma.

"Nós temos que terminar a temporada e depois, sim, vamos pensar em alguma coisa. Eu tenho que continuar trabalhando, cobrando as coisas que devem ser cobradas, cobrar dos jogadores, cobrar da diretoria o que ela tem que cumprir", disse Vanderlei Luxemburgo.

Vivido, esperto, ao dizer que seguirá cobrando jogadores e diretoria, ele se isenta da derrota. E que foi superado pelo ex-jogado e ex-treinador do próprio Cruzeiro, Mozart Santos.

A diretoria cruzeirense já encara a realidade.

E já começa a se organizar para mais um ano na Segunda Divisão.

2020, 2021 e 2022, três anos seguidos, vexame inédito na sua história.

O clube já projeta outra inevitável reformulação em todo elenco.

O presidente Sérgio Rodrigues quer a continuidade de Luxemburgo.

Agradecido, o treinador faz questão de tentar, com sua habilidade na oratória, transformar o vexame de seguir na Série B, em vitória.

Esperto, Luxa em vez de lamentar o Cruzeiro não subir, quer exaltar a possível fuga da Série C...

Esperto, Luxa em vez de lamentar o Cruzeiro não subir, quer exaltar a possível fuga da Série C...

Bruno Haddad/Cruzeiro

"A gente não pode falar que acabou e vamos pensar na próxima temporada. Vai jogar um balde de água fria em cima de todo mundo.

"A gente tem que terminar a competição e temos a responsabilidade de manter o Cruzeiro na Segunda Divisão."

Ou seja, no seu raciocíonio, o clube tem de festejar se não cair para a Terceira Divisão.

Pobre gigante Cruzeiro Esporte Clube...

CR7 ultrapassa R$ 100 milhões em coleção de carros; confira valores

Últimas