Cosme Rímoli Para desviar o foco dos fracassos do Timão, a 'volta' de Paulinho

Para desviar o foco dos fracassos do Timão, a 'volta' de Paulinho

Eliminado do Paulista, da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, conselheiros tentam aliviar a pressão. Falam na 'absurda' volta de Paulinho. Que ganha, na China, R$ 7,5 milhões por mês. Corinthians deve R$ 1 bilhão

  • Cosme Rímoli | Do R7

Paulinho. Recebe R$ 7,5 milhões na China. Boato de volta é vista como 'piada'

Paulinho. Recebe R$ 7,5 milhões na China. Boato de volta é vista como 'piada'

Corinthians

São Paulo, Brasil

A fórmula foi ensinada pelo ex-presidente Alberto Dualib.

Quando a cobrança fica muito forte, o time dá vexames, a torcida e a imprensa pressionam, a saída é conselheiros espalharem o interesse do clube em um grande jogador.

O foco é desviado.

Com o clube mergulhado na dívida de cerca de R$ 1 bilhão, sem público nos estádios, com a fuga dos sócios-torcedores, os dirigentes foram obrigados a manter um elenco limitadíssimo.

Mesmo assim, decidiram apostar em um técnico absolutamente inexperiente, depois de o clube ter sido recusado por Renato Gaúcho e Diego Aguirre.

Os resultados são, óbvios, vexatórios.

Eliminação no Paulista, na Copa Sul-Americana.

E na Copa do Brasil.

Em menos de um mês.

Só resta o Brasileiro.

O clube, precisando desesperadamente de dinheiro, foi eliminado ontem da competição que renderia R$ 56 milhões ao seu campeão: a Copa do Brasil. Logo na terceira fase, caiu diante do Atlético Goianiense.

Foi a quarta partida de Sylvinho como treinador do clube paulista, depois de 11 jogos e demissão sumária do Lyon. No Parque São Jorge são duas derrotas, um empate e apenas uma vitória.

No 0 a 0 de ontem contra o Atlético Goianiense, o time outra vez mostrou toda sua incompetência em atacar. E segue assustando os torcedores, com medo de rebaixamento no Brasileiro.

O time jogará sábado, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, pelo campeonato nacional.

A direção corintiana não divulga o horário de chegadas dos voos do elenco, quando atua fora de São Paulo. Para evitar o contato com torcedores.

Mesmo assim, a diretoria da principal organizada, Gaviões da Fiel, foi ao aeroporto esperar os jogadores, nesta manhã. Mas o elenco não voltou no voo previsto. 

"A diretoria dos Gaviões da Fiel compareceu ao aeroporto no horário certo em que a delegação chegaria, afim de conversar e cobrar os jogadores, comissão técnica e os dirigentes do clube pelo futebol pífio que estão apresentando, porém, eles não embarcaram. Por que?"

"Sábado é guerra, é sangue no olho."

"O Corinthians não é para medrosos", postou a direção da torcida, nas suas redes sociais.

Diante desse tenebroso quadro, conselheiros avisam jornalistas que o Corinthians está acompanhando 'muito de perto' a situação de Paulinho.

O ex-volante do clube pertence ao Guangzhou, da China. Seu contrato vai até junho de 2022.

Seus salários são de 16 milhões de euros por ano, R$ 98 milhões por ano. Nada menos do que R$ 7,5 milhões a cada temporada, contando o 13º salário.

Situação impossível para qualquer clube brasileiro. Principalmente o Corinthians, com teto de R$ 800 mil, pagos a Luan.

A esperança desses conselheiros é que Paulinho, aos 32 anos, resolvido financeiramente, aceite reduzir drasticamente seus salários e atuar no clube que o lançou na elite do futebol mundial.

Paulinho está treinando no Red Bull Bragantino exatamente para evitar essa associação automática. Não quis ficar mantendo a forma no Corinthians e vincular seu retorno obrigatório.

A China segue com seus torneios de futebol paralisados por conta da pandemia. Por isso, Paulinho está no Brasil.

Mas a tentativa dos conselheiros, fiéis ao estilo Dualib, está falhando.

Não há quem acredite que Paulinho volte agora ao Corinthians.

Rescinda com o clube chines e aceite ganhar quase dez vezes menos.

O 'boato Paulinho' é mero desespero.

Tentativa que o time de Sylvinho não seja cobrado como deveria.

Cuja fragilidade é assustadora.

E é sério candidato ao rebaixamento neste Brasileiro...

Homem mais resistente do mundo completa cem dias de prova insana

Últimas