Cosme Rímoli Palmeiras peita Flamengo e sindicato. 'Vai ter jogo domingo'

Palmeiras peita Flamengo e sindicato. 'Vai ter jogo domingo'

O presidente Galiotte sabe que o clube carioca tem, pelo menos, 22 jogadores sem covid. A CBF exige no mínimo 13. E jogadores calaram sindicato 

  • Cosme Rímoli | Do R7

Felipe Melo liderou os jogadores a enfrentarem o sindicato. Time quer a partida

Felipe Melo liderou os jogadores a enfrentarem o sindicato. Time quer a partida

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Goleiros: César, Hugo Souza e João Fernando.

Laterais: João Lucas, Ramon e Italo.

Zagueiros: Natan, Gabriel Noga, Milani e Otavio.

Volantes: Thiago Maia, Gerson, Richard e Dhouglas.

Meias: Arrascaeta, Yuri de Oliveira e Pepê.

Atacantes: Pedro, Lincoln, Guilherme Bala, Rodrigo Muniz e Lázaro.

Técnico: Jordi Guerrero

Para a diretoria do Palmeiras é simples. 

Haverá o jogo contra o Flamengo, domingo, na arena do clube paulista.

O Superior Tribunal de Justiça Esportiva não terá motivos reais para adiar o jogo.

Por mais pressão que a direção do Flamengo esteja fazendo.

Seus 16 atletas infectados e o treinador Domènec Torrent não são suficientes para o adiamento.

Isso pela própria legislação da CBF.

O presidente Rogérico Caboclo decidiu seguir os critérios da UEFA.

Bastam 13 jogadores saudáveis, sem estarem infeccionados pelo coronavírus, para as partidas acontecerem.

Os testes são feitos 72 horas antes do jogo.

E o Flamengo tem 22 atletas.

Por isso, Caboclo confirmou o jogo.

A CBF negou oficialmente o adiamento.

A direção do Flamengo apelou para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Mas o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, tem a certeza de que a determinação da CBF será mantida.

O Sindicato de Atletas de São Paulo ameaçou intervir. Para proteger os jogadores do Palmeiras de se exporem ao time do Flamengo, que vive um surto do coronavírus.

O Flamengo não esperava esta postura firme do Palmeiras. São 16 jogadores com covid

O Flamengo não esperava esta postura firme do Palmeiras. São 16 jogadores com covid

Alexandre Vidal/Flamengo

Mas, liderados por Felipe Melo, os atletas do Palmeiras mandaram um recado direto ao sindicato.

Querem o jogo. 

E deixaram claro que não autorizaram o sindicato a falarem em nome deles.

Ponto final.

A mensagem é direta.

  "Nós, atletas do Palmeiras, acabamos de receber a surpreendente notícia de que o Sindicato dos Atletas de SP teria publicado uma nota oficial em nosso nome, ameaçando a CBF com medidas judiciais para impedir a realização da partida do próximo domingo contra o Flamengo.

Em primeiro lugar, informamos que o Sindicato não obteve nossa autorização para emitir a referida nota e tampouco nos representa para este fim.

Além disso, é importante destacar que confiamos muito nos protocolos, bem como entendemos que a testagem prévia à partida garantirá a segurança necessária para sua realização sem maiores intercorrências. Portanto, não sentimos, de maneira alguma, qualquer ameaça à nossa saúde no contexto da mencionada partida.

Pelo contrário, assim como próprio Flamengo declarou confiar nos protocolos em outras oportunidades para o retorno das competições, também temos essa mesma convicção.

Portanto, desautorizamos expressamente que o Sindicato aja em nosso nome e reiteramos o interesse em jogar a partida deste domingo.

Atenciosamente,

Atletas da Sociedade Esportiva Palmeiras"

A direção do Palmeiras promete não recuar.

Tem a lei ao seu lado.

Galiotte promete lutar até a última instância.

Não assistirá passivamente um eventual favorecimento ao Flamengo.

A cúpula do clube paulista acredita que está agindo como os dirigentes da Gávea, que só pensam neles.

Foi assim na volta do futebol, em plena pandemia.

E agora na tentativa de retorno do público.

Veja mais: Com condições, Governo do Rio autoriza volta do público a estádios

Daí a postura firme.

Para o Palmeiras não há dúvida.

Domingo haverá jogo.

E ponto final...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Acusado de agressão e expulso de condomínio: as polêmicas do reforço do Corinthians

Últimas