Cosme Rímoli Palmeiras otimista. Abel pode ter seu grande reforço: Dudu

Palmeiras otimista. Abel pode ter seu grande reforço: Dudu

São fortes os indícios que o Al Duhail não efetivará a compra do jogador. E ele poderá voltar ao Palmeiras, a partir de junho

  • Cosme Rímoli | Do R7

Dudu está no Qatar para resolver sua situação. Há otimismo no Palmeiras por retorno

Dudu está no Qatar para resolver sua situação. Há otimismo no Palmeiras por retorno

Reprodução/instagram Dudu

São Paulo, Brasil

A direção do América Mineiro se surpreendeu.

As negociações com o Palmeiras para a venda de Ademir, atacante canhoto, que joga pelos lados do campo, foram paralisadas de repente.

O clube paulista desistiu da contratação.

Assim como empresários receberam a notícia do executivo de futebol, Anderson Barros, que estava suspensa a busca por um jogador pelo setor esquerdo. 

A desistência de Ademir e o aviso para os empresários aconteceu no mesmo período. 

Início de abril.

Não por coincidência.

Foi quando a cúpula do Palmeiras soube que Dudu não seria inscrito pelo Al-Duhail na Liga dos Campeões da Ásia. 

Situação surreal, porque a competição é o maior objetivo do clube do Qatar.

O jogador chegou até a ganhar o prêmio de melhor jogador nos meses de fevereiro e março, da Liga Qatariana.

Em 35 partidas no Al-Duhail, marcou 15 gols e deu 11 assistências. 

Ele foi dispensado do clube para voltar ao Brasil.

Nas redes sociais tem postado foto ao lado dos seus familiares, de folga.

A expectativa na direção palmeirense é a mesma que o torcedor.

Que o Al-Duhail não confirmará a compra do atacante.

E ele poderá se incorporar ao time de Abel Ferreira, na disputa da Libertadores.

Ser inscrito nas oitavas, se o clube se classificar, passar pela fase de grupos.

O time qatariano pagou sete milhões de euros, R$ 46,7 milhões pelo empréstimo de um ano do jogador, em julho de 2020. Com a obrigação de pagar mais 6 milhões de euros, R$ 40,1 milhões, por 80% dos direitos do atleta. De uma vez só, sem parcelamento.

A resposta obrigatoriamente tem de ser dada no dia 15 de maio.

A diretoria do Palmeiras não recebeu satisfação alguma.

E quanto a Dudu estar perambulando pelo Brasil, de férias, não é problema do Palmeiras, já que ele está sob contrato com o clube qatariano.

Ele, inclusive, já voltou ao Qatar.

Para resolver sua situação.

Se o clube não efetivar a compra, terá de pagar ao jogador 2,5 milhões de euros, cerca de R$ 16,7 milhões, como multa.

Dudu não é prioridade para o Al-Duhail. A situação é óbvia para a cúpula palmeirense

Dudu não é prioridade para o Al-Duhail. A situação é óbvia para a cúpula palmeirense

Al-Duhail

O atacante brasileiro tomou uma ducha de água fria, ao chegar ao Qatar no ano passado. Ele tinha certeza de que poderia se naturalizar e disputar a Copa do Mundo pelo anfitrião do Mundial, em 2022.

Só que a Fifa mudou as regras. E jogador naturalizado passou a ter a obrigação de morar no país que passará a defender há pelo menos quatro anos.

O que matou o sonho de Dudu. 

Ele tem 29 anos e só poderia sonhar com a Copa de 2026, quanto tiver 35 anos.

O atacante também contornou os problemas na justiça que tinha com a ex-esposa. E que pesaram muito para que fosse jogar no outro lado do mundo.

Abel Ferreira é fã do futebol de Dudu.

O presidente Mauricio Galiotte tem muita proximidade com o jogador.

Foi ele quem permitiu a negociação com o Qatar. Atendeu ao pedido do atacante, cansado das brigas com a ex-esposa.

Se Dudu fosse comprado pelo Al-Duhail teria direito a novo contrato. Valorização nos salários, premiações, bônus. 

O jogador tem contrato com o Palmeiras até o final de 2023.

Essa situação, pelo menos, está resolvida.

O executivo Anderson Barros, muito pressionado pelo fracasso na busca de reforços, é uma das pessoas mais otimistas em relação à volta de Dudu.

Para ele, bastaria fechar com o atacante argentino Valentin Castellanos, que joga no New York City, e as contratações pedidas por Abel Ferreira estariam feitas.

Negociação com Castellanos caminha. Desejo é ter o argentino nas oitavas da Libertadores

Negociação com Castellanos caminha. Desejo é ter o argentino nas oitavas da Libertadores

New York City

Nas redes sociais do jogador, os pedidos para seu retorno, por parte dos torcedores, são inúmeros.

Ele segue fazendo o que cumpriu com o Al-Duhail.

Descansou, e agora voltou ao clube.

Enquanto o time luta na Copa dos Campeões da Ásia. 

Situação surreal que deixa antever a volta do jogador ao Palmeiras.

Mas a diretoria do clube paulista combinou não se posicionar oficialmente.

Não até o dia 15 de maio, data máxima para o clube árabe confirmar se realizará a compra ou não do atacante.

Muita coisa mudou na vida de Dudu desde julho de 2020.

Seu sonho de Copa do Mundo de 2022 morreu, já que não faz parte dos planos de Tite e nem poderá se naturalizar a tempo.

E acabaram os problemas com a ex-mulher.

Não há propostas da Europa, como sonhava.

Voltar ao Palmeiras pode ser o melhor caminho...

Torcidas de Fla e Grêmio aparecem em lista das melhores do mundo

Últimas