Cosme Rímoli Palmeiras obrigado a jogar no Morumbi. Allianz virará um drive-in

Palmeiras obrigado a jogar no Morumbi. Allianz virará um drive-in

Tempos modernos. A WTorre exerce seu direito. Alugou o estádio para a transmissão da final da Champions. Jogo contra o Santos, no Morumbi

  • Cosme Rímoli | Do R7

Allianz Parque virará um grande drive-in para a final da Champions

Allianz Parque virará um grande drive-in para a final da Champions

Divulgação/Heineken

São Paulo, Brasil

Não houve discussão.

Só submissão, por contrato.

A WTorre avisou à direção do Palmeiras.

Seu clássico de amanhã, diante do Santos, pelo Campeonato Brasileiro, teria de ser disputado no Morumbi.

Pouco importa a necessidade de o time vencer.

A equipe de Vanderlei Luxemburgo jogar bom futebol.

Ela que jogue no estádio do São Paulo.

Com o clube palmeirense pagando aluguel.

A transferência foi feita porque a WTorre recebeu uma proposta da Heineken. E o Allianz Parque, às 16 horas de amanhã, mostrará outro jogo.

Sim, no telão.

A final da Champions, entre Bayern e PSG.

Serão 1.140 pessoas que estarão em 285 carros, espalhados pelo gramado.

Elas assistirão ao jogo em um drive-in gigantesco.

São todos convidados da cervejaria.

Conselheiros palmeirenses estão revoltados.

Luxemburgo sabe. Não há o que fazer. Clássico no Morumbi. Sem reclamar

Luxemburgo sabe. Não há o que fazer. Clássico no Morumbi. Sem reclamar

Palmeiras

Mas sabem que, pelo acordo entre WTorre e o Palmeiras, a construtora pode usar o estádio até 2044. E ceder parte do que arrecadar nos shows e eventos ao clube.

O aluguel costuma variar.

Entre R$ 150 mil até R$ 500 mil por evento.

Nos cinco primeiros anos da arena, entre 2014 e 2019, o clube recebia 5% do arrecadado.

Mas a partir de 2020, passou a ganhar 10%.

O valor aumentará 5% de cinco em cinco anos.

Até chegar a 45%.

Dos jogos, o Palmeiras fica com 100% da arrecadação.

Walter Torre,dona da construtora, e o ex-presidente Nobre, celebram a arena

Walter Torre,dona da construtora, e o ex-presidente Nobre, celebram a arena

Palmeiras

Conselheiros garantem que a transmissão da Champions deverá render R$ 200 mil à WTorre, cerca de 30 mil euros.

Sendo esse o valor, o Palmeiras teria direito a R$ 20 mil.

A construtora não receberia nada se houvesse o clássico entre Palmeiras e Santos.

Entre 2014 e 2019, os shows e eventos na arena renderam ao clube cerca de R$ 5 milhões.

A fonte de renda diminuiu drasticamente por conta da pandemia.

Usar o estádio como drive-in foi a saída.

O Palmeiras não tem do que se queixar.

Leia também: Jesus pede Patrick de Paula. Palmeiras aceita negociar

A diretoria já recomendou.

Não quer Luxemburgo ou os jogadores reclamando.

Acordo é para ser respeitado...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Fla, Palmeiras, São Paulo: veja novas camisas dos times do Brasileirão

Últimas