Cosme Rímoli Neymar vai seguir na Seleção. Mas terá um tempo de descanso. Como Messi teve na Argentina. O sonho de vencer uma Copa continua

Neymar vai seguir na Seleção. Mas terá um tempo de descanso. Como Messi teve na Argentina. O sonho de vencer uma Copa continua

O jogador ficou muito perturbado com a eliminação do Brasil diante da Croácia. Está cansado por tanta pressão. Mas CBF está disposta a deixá-lo de fora de amistosos da Seleção. É o que ele quer

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar quer, e terá, um tempo sem convocações para a Seleção. Principalmente amistosos

Neymar quer, e terá, um tempo sem convocações para a Seleção. Principalmente amistosos

Reprodução/Copa do Mundo Fifa

Doha, Catar

"Levanta.

'E sai de cabeça erguida."

Foi o que Daniel Alves gritou para Neymar enquanto ele estava caído, desolado, chorando desesperado, no gramado do estádio Cidade da Educação.

O Brasil estava eliminado da Copa do Mundo. A terceira que ele disputou e, como a maior esperança do país, e perdeu.

Neymar ficou sem rumo com a derrota para a Croácia. 

Seguiu chorando no vestiário, quando se encontrou com o restante do time, com Tite. Todos estavam esperando pelo camisa 10. Todos conversaram. Neymar falou como o líder técnico do time. Agradeceu a Tite, à entrega dos companheiros. E disse que tinha orgulho de cada um.

Mal ele chegou na zona mista, estava confuso, tenso, envergonhado.

"Parece um pesadelo. Foi muito sofrido. Não sei se voltarei a jogar pela Seleção Brasileira. É difícil falar agora. Parece que não é real o que tá acontecendo, mas tenho orgulho dos meus companheiros, saíram de cabeça erguida. Não sei o que farei (depois da Copa) está muito para falar, estou de cabeça quente.

"Não quero fechar portas da Seleção, mas também não digo que está 100% certo que eu voltarei.  Não sei mesmo.

"Quero pegar esse tempo para pensar na Seleção, pensar no que quero para mim. Não fecho as portas para a Seleção, também não digo 100% que vou voltar."

Cinco minutos depois, Neymar foi por outro caminho.

"Não quero deixar as portas fechadas da Seleção. Pode ser que eu fique um tempo sem jogar pelo Brasil. Jogar pelo meu país sempre foi muito importante para mim."

"Ele vai continuar porque o Brasil precisa dele. A história do Neymar nas Copas do Mundo não acaba hoje", garantia Daniel Alves.

O blog apurou o que Neymar quer e Daniel Alves não falou abertamente.

Há uma vontade do jogador em ser poupado no próximo ciclo, com um novo treinador. Nos amistosos, partidas sem maiores compromissos. Só disputar torneios importantes.

Como a Copa América de 2024, que deverá acontecer no Equador. As Eliminatórias Sul-Americanas.

E faria sua despedida de Copas na dos Estados Unidos, em 2026, com 34 anos e meio.

Um planejamento muito parecido com o que aconteceu com Messi na Argentina.

Para que essa situação seja posta em prática dependerá do novo treinador do Brasil, que pode ser mesmo um estrangeiro. E, principalmente, do presidente Ednaldo Rodrigues.

Pelo simples fato deque a CBF recebe uma cota de 2 milhões de dólares, cerca R$ 10,4 milhões. Desde que tenha a sua maior estrela. Sem Neymar, a entidade receberia a metade, 1 milhão de dólares, cerca de R$ 5,2 milhões. Havia até esperança de cobrar o dobro por amistosos, com a conquista da Copa. 

Neymar e Messi. O brasileiro sabe muito bem o quanto Messi sofreu na Seleção da Argentina

Neymar e Messi. O brasileiro sabe muito bem o quanto Messi sofreu na Seleção da Argentina

Conmebol

O camisa 10 quer se afastar por um tempo do ambiente de Seleção. Ele se sente mais do que cobrado. O responsável pelos dois últimos fracassos do Brasil. 

Ele realmente fez uma preparação física especial para disputar o Mundial. Não esperava torcer o tornozelo direito, não disputar as partidas contra a Suíça e Camarões.

Além disso, estava muito motivado em fazer da Copa o trampolim para tentar algo inédito na sua carreira, se tornar o melhor do mundo para a Fifa, que levará em conta o Mundial e não como a France Football, que considerou a Champions League 2021/2022, premiando Benzema.

Tudo o que ele programou para a Copa do Mundo do Catar deu errado.

Daí a vontade de abandonar a Seleção. 

Mas não só Daniel Alves, mas Tite e jogadores que não voltarão mais para a Seleção, por conta da idade, como Thiago Silva e o amigo 'de todas as horas' Daniel Alves já insistiram que o Brasil 'precisa de seu futebol'. O que foi motivo para mais lágrimas.

Neymar chegou na zona mista arrasado.

E explicou porque não cobrou o primeiro pênalti do Brasil. Como fez, por exemplo, Messi, na decisão contra a Holanda. hoje.

"O Rodrygo disse que estava bem. E quis cobrar. Ele tem muita personalidade. É um craque. E costuma marcar no Real Madrid. Hoje não fez. Nós estamos com ele.

"Eu costumo cobrar o quinto pênalti. Sempre foi dessa maneira."

Foi a pior derrota de Neymar com a camisa da Seleção. Porque acreditava, de verdade, que o Brasil ganharia a Copa do Mundo. Tinha mais certeza do que em 2014 e 2018.

Muito triste, ele mandou um recado aos frustrados torcedores brasileiros.

Neymar ficou sem rumo. Não conseguia levantar do gramado. Foi Daniel Alves quem o ergueu

Neymar ficou sem rumo. Não conseguia levantar do gramado. Foi Daniel Alves quem o ergueu

Reuters

"Queria agradecer o torcedor brasileiro pelo apoio, carinho e respeito com todos os companheiros. Dizer que infelizmente não conseguimos nosso sonhos, mas faz parte, é futebol e acontece. Agora é ir para casa, lamentar e sofrer pela derrota."

A Seleção voltará neste sábado para o Brasil.

Neymar pode ficar alguns dias na Europa.

Ainda não decidiu.

Ele ficou realmente perturbado.

A repórter Isabelle Costa, na zona mista, em vez de fazer uma pergunta para Neymar, agradeceu, como brasileira 'por tudo o que fez pela Seleção, desde 2011'.

O jogador ficou completamente sem jeito, desmontou.

Voltou a chorar.

Deu um beijo no rosto da repórter.

E se afastou.

Ele realmente quer um tempo longe da Seleção...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas