Cosme Rímoli "Não posso jogar uma carreira de 26 anos fora." Rogério Ceni, ameaçando ir embora do São Paulo

"Não posso jogar uma carreira de 26 anos fora." Rogério Ceni, ameaçando ir embora do São Paulo

Após nova vexatória derrota do São Paulo, desta vez para o América, que tirou a chance de classificação para a Libertadores, Ceni cansou. Exige reforços para 2022. Ou poderá, sim, ir embora

  • Cosme Rímoli | Do R7

Rogério Ceni não acredita no elenco que tem. Se não tiver certeza de reforços, pode sair

Rogério Ceni não acredita no elenco que tem. Se não tiver certeza de reforços, pode sair

Rubens Chiri/São Paulo

São Paulo, Brasil

"Sobre material humano, temos bons jogadores em determinadas posições, faltam outros jogadores para complementar o tipo de elenco que a gente tem, na minha modesta opinião.

"Decisão de ficar ou não depende muito disso, porque não posso jogar uma história de 26 anos fora, se não enxergar que temos condições de ser melhores do que fomos neste ano."

"Não sei se fico."

Sem meias palavras, Rogério Ceni deixou bem claro o teor da reunião que acontecerá hoje com os dirigentes são paulinos.

A derrota diante do América Mineiro, por 2 a 0, em Belo Horizonte, com o time escapando de ser goleado graças ao goleiro Volpi, foi a gota d'água.

Rogério Cenir quer a promessa da diretoria de que serão contratados reforços importantes ao São Paulo, para 2022.

Só que o clube deve cerca de R$ 700 milhões.

O presidente Julio Casares não tem como prometer grandes nomes.

Pelo contrário, até.

Daí, segue a indefinição sobre o futuro de Rogério Ceni no São Paulo.

Ele está muito contrariado com a qualidade do elenco que possui.

A possibilidade de ele ir embora é mais do que real.

Rogério Ceni deixou claro que só assumiu a equipe em pleno Brasileiro pelo pedido do presidente Julio Casares. E para evitar o rebaixamento do São Paulo. Por isso não houve lamentação de o clube não ter se classificado para a Libertadores.

"Quando o presidente conversou pela primeira vez, falei que seria melhor começar o ano de 2022 pela pré-temporada e ajustes. Mas ele disse que precisava naquele momento, e como era o São Paulo vim pela necessidade que tinha de ajuda que o clube disse precisar.

"Por isso estou aqui, coloca-se em risco uma carreira vitoriosa de atleta, mas era o que precisava ser feito no dia que fui convidado ir ao Morumbi.

"Eu resolvi arriscar o São Paulo para não ver o São Paulo como outros grandes clubes se encontram nesta noite", disse, em uma referência clara ao Grêmio, rebaixado.

Ou seja, Rogério Ceni acredita que sua missão está cumprida.

Com o São Paulo em 13º no Brasileiro.

E, se não tiver grandes reforços, ele pode, sim, sair.

Até para se preservar como o maior ídolo do clube...

Douglas Costa foi de ídolo que voltou a protagonista da queda

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas